Depois de quase um ano funcionando como uma rede social exclusiva para convidados, o Bluesky, concorrente do X, confirmou nesta terça-feira (2) que está aberto para todos.

O que é o Bluesky?

  • A plataforma financiada pelo cofundador do Twitter, Jack Dorsey, é uma das alternativas ao X, de Elon Musk.
  • O microblog já contabiliza cerca de 3 milhões de usuários e funciona basicamente como o antigo Twitter.
  • Tudo começou como um projeto do próprio Twitter que buscava construir uma infraestrutura descentralizada para redes sociais.
  • Por ser uma plataforma descentralizada, o código da Bluesky é totalmente aberto, ou seja, qualquer um pode conferir o que está sendo construído e como.
  • “A maneira como construímos o Bluesky permite que qualquer pessoa insira uma alteração no produto”, disse o CEO da Bluesky, Jay Graber, ao TechCrunch.

Leia mais:

Essa abordagem oferece mais liberdade para controlar a experiência nas redes sociais. Em uma plataforma centralizada como o Instagram, por exemplo, não há muito que o usuário final possa fazer para reverter uma atualização ou mudança indesejada.

Como criar uma conta no Bluesky

  1. Para se cadastrar no Bluesky, basta acessar a página da rede social (https://bsky.app/) e preencher o formulário abaixo.
  2. Depois é só seguir os passos na tela até receber o código de confirmação de cadastro no seu celular.
Imagem: Gabriel Sérvio/Captura de tela

Mais novidades

A empresa também divulgou nesta terça-feira (6) que apresentará uma versão experimental da plataforma ainda este mês, na qual desenvolvedores poderão usar seus próprios servidores separados (assim como no Mastodon).

publicidade

Assim, os usuários poderão escolher qual servidor usar e, se mudarem de ideia, poderão migrar para outro diferente sem perder postagens, seguidores e listas de seguidores.

Outra atualização futura permitirá que pessoas ou organizações também criem seus próprios serviços de moderação de conteúdo. “Por exemplo, uma organização de verificação de fatos poderá marcar postagens como ‘parcialmente falsas’, ‘enganosas’ ou outras categorias”, explica o Bluesky.