O Spotify anunciou uma ampliação da parceria com a plataforma Riverside, que permite a gravação de podcasts de forma remota e entrevistas em vídeo. Com isso, as ferramentas agora passarão a ser disponibilizadas pela empresa de streaming musical dentro do Spotify for Podcasters.

Leia mais

Além do aumento da integração com a Riverside, o Spotify informou que está encerrando alguns recursos próprios, incluindo o formato experimental “Música + Papo”. Essa ferramenta permitia a inserção de faixas de música totalmente licenciadas em episódios de podcast no Spotify, e era bastante utilizada em bate papos musicais.

Também serão descontinuadas ferramentas de criação nativas da Web e móveis, incluindo recursos de gravação e edição, e as opções “Grave com amigos” e “Mensagem de voz”.

publicidade

As mudanças passarão a valer a partir de junho deste ano, e, segundo a empresa, fazem parte de um processo de redirecionamento da atenção e recursos de algumas ferramentas legadas para a próxima geração de inovações para podcasts.

Spotify
Parceria entre Spotify e Riverside começou em 2022 (Imagem: Yalcin Sonat / Shutterstock)

Novidades no Spotify for Podcasters

  • A parceria com a Riverside começou em 2022 e, a partir da ampliação da integração, os usuários poderão agora gravar e editar os podcasts diretamente dentro do Spotify for Podcasters para Web.
  • No anúncio oficial, a empresa de streaming disse que “a Riverside oferece um recurso de criação de podcast parecido com o que existe hoje no Spotify for Podcasters, com a adição significativa de novas ferramentas de inteligência artificial (IA) e vídeo para ajudar criadores a levar o trabalho ainda mais longe”.
  • Ainda de acordo com a companhia, essa integração vai facilitar a criação de podcasts de áudio e vídeo com maior qualidade, permitindo o convite para entrevistados de forma remota, além da edição da gravação com base em transcrições precisas e o uso conjunto abrangente de ferramentas de IA para limpar e aprimorar os conteúdos antes de publicá-los.
  • As informações são do TechCrunch.