A Apple e a desenvolvedora Epic Games estão em uma batalha judicial desde 2020. A briga ganhou um novo capítulo nesta sexta-feria (16). O perfil da empresa de jogos anunciou no X/Twitter que abrirá uma loja venda de jogos para iPhone na Europa — incluindo o Fortnite — ainda este ano.

Leia mais:

Fornite de volta à Europa

Respondendo à publicação da Epic Games no X/Twitter, Tim Sweeney, CEO e cofundador da empresa, anunciou que a Apple reestabeleceu a conta de desenvolvedora da Epic, o que permite que ela volte a vender seus produtos, inclusive o Fortnite, para iPhones na Europa.

A permissão havia sido suspensa em 2020, durante o processo da empresa contra a big tech. A Epic chegou a pedir uma nova investigação por práticas anticompetitivas da Apple em janeiro deste ano, que foi rejeitada pela Suprema Corte dos EUA.

publicidade

A mudança não foi apenas uma boa ação da big tech. Como lembra o The Verge, na Europa, a nova Lei dos Mercados Digitais força a Apple a abrir seu ecossistema iOS para outras lojas de aplicativos. A Epic Games planeja explorar isso.

Na publicação no X, Sweeney escreveu que vai “reconhecer o movimento de boa-fé da Apple” em meio à batalha judicial ao reestabelecer a conta de desenvolvedora.

A Epic Games estava suspensa de vender produtos para iOS após o atrito com a Apple. A companhia iniciou um processo em 2020 contra as altas taxas cobradas pela empresa da maçã para desenvolvedoras venderem seus jogos na App Store.

Apple vs. Epic

  • Em 2020, a Epic Games começou um processo contra a Apple por altas taxas. A Apple cobra 30% das vendas feita por grandes empresas na App Store;
  • O argumento é que a margem de lucro da companhia estaria sufocando desenvolvedoras, já que não era possível chegar aos usuários do iPhone senão pela loja oficial de aplicativos da Maçã;
  • No entanto, a justiça americana estabeleceu que seria radical demais permitir que outras lojas de aplicativos rodassem no sistema da Apple, justamente o que a Epic Games queria na época — e que virou realidade este ano na Europa devido à nova lei;
  • Um dos produtos afetados pelo embate foi o Fortnite, um dos principais jogos da Epic;
Fortnite aberto em smartphone ao lado de dispositivo da Apple
(Foto: Ascannio/Shutterstock)