Top Gun Maverick é um grande sucesso e um dos destaques são os caças que roubam a cena entre suas manobras. O filme é repleto de efeitos visuais e de voos cheios de acrobacias aéreas realizadas no F-18, da Marinha dos EUA. E além dele, mais 4 caças foram usados nas filmagens.

Desde o original, Top Gun: Ases Indomáveis, de 1986, até Top Gun: Maverick, de 2022, mais de 30 anos se passaram e a história continua fazendo sucesso. O filme acompanha o Capitão Pete “Maverick” Mitchell (Tom Cruise) nesses mais de 30 anos de serviços prestados a Marinha dos Estados Unidos, onde rompeu todos os limites como um corajoso piloto de testes. Ele é chamado de volta à academia de pilotos Top Gun para treinar jovens pilotos para uma missão (quase) impossível.

Leia mais:

A seguir, você vai conhecer um pouco sobre 5 modelos de caças que aparecem em Top Gun Maverick. Ligue o som e decole com eles.

publicidade

1- F/A-18 Super Hornet

Avião F/A-18 Super Hornet, um dos caças usado no filme Top Gun Maverick
Imagem: Divulgação

O F/A-18 Super Hornet é o caça mais visto no filme e substituiu o F-14 e outros modelos da Marinha dos EUA. Foi um dos caças escolhido para o filme Top Gun: Maverick porque é um avião da Força Aérea dos Estados Unidos. Também é um caça supersônico, capaz de voar mais rápido que a velocidade do som (Mach 1).

Outro motivo para a escolha do F-18 pode ser o fato de a produção querer cenas aéreas reais e em Imax. Como o F-35C é um avião monoposto, a produção precisava de aviões de dois lugares.

O F/A-18E/F Super Hornet é um caça bimotor, capaz de operar em porta-aviões, multifunções e supersônico, desenvolvido e construído pela Boeing. É a segunda geração do caça F/A-18 Hornet, com profundas modificações no design e sistemas de bordo. O Super Hornet entrou em serviço nos Estados Unidos em 1999, substituindo os F-14. 

Começou a ser produzido pelos EUA em 1995 e sofreu modernizações para que não fosse detectado com facilidade. Tem revestimento absorvente de ondas de radar em toda a estrutura. Alcança até 1.915 km/h a 12.200 metros de altitude e tem metralhadoras e canhões para 578 disparos.

O Super Hornet é maior e mais avançado que o seu antecessor, o F/A-18 Hornet. É capaz de transportar 8 toneladas em bombas e mísseis, muito mais do que as 6 toneladas do seu antecessor. 

É usado pela Marinha dos EUA e por vários outros países. A Boeing anunciou que deve encerrar a produção do caça F/A-18 Super Hornet no final de 2025.

2- Grumman F-14 Tomcat

O avião caça Grumman F-14 Tomcat

O Grumman F-14 Tomcat é um caça supersônico, bimotor e com asas de geometria variável. É considerado o primeiro caça de quarta geração. 

O F-14 foi desenvolvido para a Marinha dos Estados Unidos no início dos anos 1970. O seu principal objetivo era rastrear e interceptar bombardeiros soviéticos. 

O F-14 foi o caça mais capaz da Marinha dos EUA até à sua reforma em 2006. Foi substituído pelo Boeing F/A-18E/F Super Hornet. 

O F-14 é um dos caças mais famosos de todos os tempos. Foi eternizado no filme Top Gun: Ases Indomáveis (1986). E voltou como uma das estrelas do filme Top Gun: Maverick.

O F-14 tem um comprimento de pouco menos de 19 metros e uma envergadura de quase 20 metros. Tem dois motores turbofan pós-combustão General Electric F110-GE-400 que cada um produz mais de 28.000 libras de empuxo. 

O Grumman F-14 Tomcat tem uma velocidade máxima de 2.485 km/h (1.340 kn) e uma velocidade máxima em Mach de 2,34 Ma. O F-14 pode atingir velocidades superiores a Mach 1 ao nível do mar e ultrapassar Mach 2,34 (acima de 2.860 km/h) em altitude.

O nome “TOMCAT” foi uma homenagem ao Almirante Richard Connolly, que serviu na US Navy na 1ª e na 2ª Guerra Mundial, e cujo apelido era Tomcat. O almirante se destacou nas operações de desembarques anfíbios no Mediterrâneo e no Pacífico.

3- P-51 Mustang

Avião modelo P-51 Mustang, um dos caças usado no filme Top Gun Maverick

O P-51 Mustang é um caça norte-americano de longo alcance com motor a pistão. Foi utilizado na 2ª Guerra Mundial, na Guerra da Coreia e em outros conflitos. 

O caça foi uma solução para a necessidade de um escolta de bombardeiros eficaz. Utilizava um motor comum e fiável e tinha espaço interno para uma carga de combustível maior do que a média. Com tanques de combustível externos, podia acompanhar os bombardeiros de Inglaterra à Alemanha e vice-versa. 

O P-51 Mustang foi um dos melhores e mais conhecidos caças utilizados pelas Forças Aéreas do Exército dos EUA durante a 2ª Guerra Mundial. Possuindo um excelente alcance e capacidade de manobra, o P-51 operava principalmente como um caça de escolta de longo alcance e também como um caça-bombardeiro de ataque ao solo. 

O P-51 Mustang é considerado um dos melhores caças com motor a pistão alguma vez produzidos. Com um longo alcance, inaugurou uma era de caças com excelente desempenho ao entrar em serviço a meio da 2ª Guerra Mundial. 

Foi o primeiro caça a atingir 400 mph (667 km/h). O seu motor Allison V-1710 V-12 turbo-superalimentado duplo deu-lhe 3.200 hp.  Foi originalmente projetado e construído pela North American Aviation como um caça para a RAF (Royal Air Force). A sua velocidade máxima era de 668 km/h a 10.400 pés (3.170 metros)

O P-51 Mustang é o avião pessoal de Maverick no filme Top Gun: Maverick. Tom Cruise é dono de um P-51 Mustang e pilotou o avião em todas as cenas do filme.

4- DarkStar

DarkStar, caça fictício do filme Top Gun Maverick
Imagem: Captura de tela do vídeo divulgado pela Lockheed Martin com a maquete do modelo DarkStar

Darkstar é um avião hipersônico fictício que aparece no filme Top Gun: Maverick. O Darkstar é capaz de atingir velocidades superiores a Mach 10, o que significa que poderia voar a mais de 12.160 km/h. Se fosse real, o Darkstar seria o avião mais rápido do mundo, contra 3.862 km/h do atual voo mais rápido já registrado do SR-71 Blackbird. 

O Darkstar foi desenhado em segredo pela Lockheed Martin para o filme. O modelo do Darkstar é muito detalhado e pode até ser transportado por um trator. 

De acordo com a Lockheed Martin, o Darkstar pode ser mais do que ficção e um dia tornar-se realidade. A Lockheed Martin afirma que o conceito por trás do Darkstar nasceu da engenharia real. 

No entanto, alguns observadores dizem que uma aeronave hipersônica não poderia ser tão pequena. Para realizar as suas missões, seria preciso um alcance bastante grande e as dimensões modestas do avião de Tom Cruise não permitiriam que ele pudesse ir muito longe. 

5- Sukhoi Su-57

Sukhoi Su-57, modelo de avião de caça russo

O Sukhoi Su-57 é um caça bimotor stealth multiúso desenvolvido pela empresa russa Sukhoi. É o primeiro caça de 5ª geração da Rússia. O Su-57 é um caça multiuso projetado para os papéis de superioridade aérea e ataque ar-ar. É destinado a ser a espinha dorsal da força de combate aéreo da Rússia, complementando e substituindo eventualmente os caças mais antigos.

O Su-57 é reconhecido pela sua manobrabilidade em baixa velocidade, além de seus modernos sistemas aviônicos e baixa assinatura de radar. Está planejado para ter capacidades de super-cruzeiro, não detecção por radares, super-capacidade de manobra até em Mach 2 e aviônicos avançados para superar a 4ª geração de caças. 

O Su-57 é visto como uma resposta russa a outros caças de quinta geração, como o F-22 Raptor e o F-35 Lightning II. 

O caça russo é utilizado pelos antagonistas em Top Gun: Maverick. No filme, Maverick é cercado por caças Su-57 e consegue abater dois deles. É considerado um caça furtivo de quinta geração, descendente direto do Su-27. O Su-57 tem uma velocidade máxima de 2.600 km/h e é capaz de despistar radares e aviões de combate com facilidade.