O exército da Ucrânia afirma ter derrubado um avião militar russo capaz de detectar alvos a uma distância de até 650 quilômetros. Segundo as autoridades ucranianas, a aeronave vale US$ 330 milhões (cerca de R$ 1,6 bilhão).

Leia mais

Kiev não informou onde o avião teria sido derrubado. O governo da Rússia não se pronunciou oficialmente sobre o fato, mas autoridades de emergência da região de Krasnodar, nas proximidades do Mar Negro, disseram que uma aeronave caiu na área.

Também não há confirmação de como o equipamento teria sido derrubado. Uma das hipóteses é que tenha acontecido o que é chamado de “fogo amigo”, ou seja, as próprias forças russas teriam atacado o alvo por engano.

publicidade

Se for confirmada, essa será a segunda perda de um A-50 em cerca de um mês. Autoridades da Ucrânia afirmaram que derrubaram uma aeronave igual que sobrevoava o Mar de Azov, em 14 de janeiro. A Rússia também não confirmou essa informação.

Avião militar russo A-50U (Imagem: Zhorov Igor/Shutterstock)

Rússia conta com nove aeronaves do tipo

  • O A-50U é uma versão atualizada do A-50, modelo criado na União Soviética em 1978 e produzido pela empresa Concern Vega e pelo Complexo Científico-Técnico de Aviação Beriev Taganrog.
  • A tecnologia mais recente é um avião radar de longo alcance, capaz de detectar alvos a uma distância de até 650 quilômetros.
  • O equipamento é projetado para detectar, rastrear e identificar alvos aéreos, terrestres e marítimos, podendo ajudar a orientar caças para alvos aéreos e aeronaves de linha de frente para alvos terrestres e marítimos.
  • É considerada uma aeronave fundamental por transmitir informações precisas para as tropas no solo.
  • O avião carrega um grande radar em sua parte superior e geralmente tem uma tripulação de 15 pessoas.
  • A Força Aérea Russa opera uma frota de apenas nove dessas aeronaves.
  • A guerra entre russos e ucranianos já dura mais de dois anos.
  • As informações são do G1.