De acordo com dados do Painel de Arboviroses do Ministério da Saúde, divulgado na quinta-feira (29), o Brasil acaba de registrar mais de 1 milhão de casos (prováveis e confirmados) de dengue em 2024. Segundo o documento, apenas nos primeiros dois meses deste ano o país registrou 1.017.278 casos, além de 214 mortes confirmadas (687 seguem em investigação). 

O que você precisa saber: 

publicidade
  • Conforme os dados da pasta, divulgados pelo G1, no mesmo período do ano passado, o Brasil tinha 207.475 casos e 149 óbitos entre as semanas 01 e 08; 
  • De acordo com Renato Kfouri, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), o país enfrenta uma alta precoce nos casos este ano; 
  • Recentemente, especialistas ainda pontuaram que apesar da ascensão, ainda não estamos vivendo o pico; 
  • Segundo estimativas do Ministério da Saúde, o Brasil caminha para um recorde de casos de dengue em 2024, podendo alcançar os 4,2 milhões de pessoas infectadas — quase o triplo do que foi registrado ano passado; 
  • Para conter o avanço da doença, o ministério anunciou que irá implementar um “Dia D” de mobilização nacional contra a dengue, no sábado, 2 de março. 

Leia mais! 

Nesse 1 milhão de casos temos uma imprevisibilidade da dengue. Tem anos que a temporada começa mais cedo e acalma mais cedo. Tem anos que a temporada vai num platô. Tem anos que você tem um pico muito grande, mas de curta duração. 

Renato Kfouri, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm).

Vale destacar que o boom acentuado também dependerá das condições climáticas. Em 2019 e 2022, dois anos em que o Brasil registrou mais de um milhão de casos, o pico ocorreu em maio. Em 2023, o ápice da doença foi em abril — parte devido à influência do El Niño — entenda aqui a relação. 

publicidade

Importante lembrar que nos dois últimos anos o país também bateu recorde de mortes, ultrapassando os mil óbitos pela doença. Especialistas acreditam que a curva deve começar a cair somente no inverno, mas sem confirmações. Entenda mais aqui sobre a explosão de casos! 

Como parar a dengue? 

A dengue só acontece se houver a presença do mosquito Aedes aegypti. Essa é, praticamente, a única forma de transmissão da doença. 

publicidade

Assim, para evitar a transmissão há apenas um caminho: eliminar todo e qualquer tipo de suporte ou situação que possa servir ou facilitar o criadouro do mosquito.

Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 75% dos criadouros do mosquito transmissor estão nos domicílios, como em vasos e pratos de plantas, garrafas retornáveis, pingadeira, recipientes de degelo em geladeiras, bebedouros em geral e materiais em depósitos de construção (sanitários estocados, canos e outros). 

publicidade

Cabe ainda lembrar que a dengue mata pessoas saudáveis e de qualquer idade. Repelentes podem ajudar a afastar o mosquito. Confira aqui as substâncias específicas que o produto precisa conter para surtir efeito contra o Aedes!