A Amazon recebeu, nesta quarta-feira (27), uma multa de US$ 7,8 milhões (aproximadamente R$ 38 milhões) do órgão de defesa do consumidor da Polônia por supostamente enganar os clientes sobre a disponibilidade de produtos e datas de entrega. Segundo informações da Reuters, o regulador disse ter recebido muitas reclamações de pessoas que não receberam suas encomendas, mesmo após o prazo estipulado pela empresa de e-commerce. 

O que você precisa saber: 

  • O UOKiK questionou as práticas da Amazon, especialmente a de exibir um contador de tempo na tela indicando um período em que o pedido deve ser feito sem garantia de que chegará no prazo estipulado; 
  • Segundo o regulador, o consumidor tem direitos sobre a confiabilidade dos prazos fornecidos; 
  • A Amazon disse que os atrasos são raros e que “os clientes podem entrar em contato conosco no caso de sofrerem um atraso ou cancelamento de pedido, e nós resolveremos isso”; 
  • A empresa pontuou via assessoria que recorrerá da decisão na Polônia. 

Leia mais! 

O consumidor médio tem o direito de presumir que as opções de compra, a disponibilidade e os prazos de entrega oferecidos pelos comerciantes não são enganosos. 

Tomasz Chrostny, chefe do UOKiK, em comunicado.

Em nota, a Amazon destacou que, no último ano, “colaboramos com o UOKiK e propusemos várias alterações voluntárias para continuar a melhorar a experiência do cliente na Amazon. Seguimos rigorosamente os padrões legais em todos os países onde operamos e discordamos veementemente da avaliação e penalidade emitida pelo UOKiK”. 

publicidade

Multas Amazon 

Essa não é, claro, a primeira multa que a Amazon recebe por violações da empresa. Recentemente, a gigante do comércio eletrônico foi condenada a pagar US$ 1,9 milhão (R$ 9,4 milhões, em conversão direta) a mais de 700 trabalhadores para solucionar violações de direitos humanos em dois armazéns na Arábia Saudita.  

A empresa de varejo reconheceu as violações em postagem em seu blog, que incluíam moradias precárias e salários atrasados. Saiba mais aqui