Surpreendendo um total de zero pessoas, Bebê Rena, da Netflix, tornou-se a 10ª série de língua inglesa mais vista da Netflix nos últimos tempos. A produção, que acompanha a história de uma mulher stalker, virou assunto nas redes sociais, impulsionando a curiosidade do público e os números do streaming. 

O que você precisa saber: 

publicidade
  • Bebê Rena teve 84,5 milhões de visualizações em três meses; 
  • A produção conta uma história baseada em fatos reais de uma stalker que persegue por anos um comediante; 
  • A série segue disponível no catálogo da Netflix. 

Leia mais! 

Não apenas nas redes sociais, Bebê Rena também foi parar nos tribunais. Recentemente, a mulher acusada de ser a perseguidora no mundo real entrou com um processo contra a Netflix, alegando que os fatos retratados na produção são mentira. 

publicidade

Na série, a personagem apresentada como a stalker é Martha, mas no mundo real seu nome é Fiona Harvey. Através das redes sociais, ela foi identificada por fãs da série logo após a estreia, e diz que Richard Gadd mentiu sobre os ocorridos. 

Gadd criou, dirigiu e interpretou a si na série (nela, ele se chama Donny). O comediante alega que a série é baseada em sua história real, quando foi perseguido por anos por uma stalker. 

publicidade

O processo movido contra a Netflix diz que Harvey está sendo vítima de difamação, violência emocional, negligência e violação de direito. Como indenização, ela pede ao menos US$ 170 milhões. Saiba mais detalhes aqui