O modelo Cybertruck foi o último grande lançamento da Tesla. Com seu visual diferenciado, a picape elétrica era muito aguardada. E uma das principais explicações para isso era a fama do carro ser “indestrutível”. Mas um acidente nos Estados Unidos mostrou que não é bem assim…

Motorista teria perdido o controle do carro durante curva

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram a Cybertruck capotada, com visíveis amassos no lado esquerdo e danos na parte inferior do veículo. A roda dianteira da picape ainda foi arrancada com o impacto.

Vídeo relacionado

O acidente aconteceu no Mississippi, nos Estados Unidos, e envolveu quatro passageiros. Três não sofreram ferimentos, mas um acabou tendo o braço machucado e precisou de atendimento médico.

Este é o primeiro relato de um capotamento envolvendo a Cybertruck. A publicação sugere que o veículo estava acima do limite de velocidade. O motorista teria perdido o controle ao fazer uma curva à direita, só parando na pista oposta.

publicidade

O modelo foi projetado para resistir a impactos como tiros e pancadas. No entanto, este caso prova que ele também é suscetível aos efeitos de um capotamento.

Veja abaixo como ficou a picape elétrica após o acidente:

publicidade

Leia mais

Tesla Cybertruck

  • Com design futurista e carroceria de aço inoxidável “ultraduro”, a primeira picape elétrica lançada pela Tesla possui autonomia estimada de até 550 km por carga e bons números de desempenho.
  • A versão de entrada da picape com tração traseira possui 400 km de autonomia, 0 a 100 km/h em 6,5 segundos e velocidade máxima de 180 km/h.
  • Essa versão “baratinha”, no entanto, só chega ao mercado em 2025 por US$ 60.990 (cerca de R$ 300 mil).
  • Já a com tração integral (AWD Cybertruck) terá alcance de 550 km, 0 a 100 km/h em 4,1 segundos e a mesma velocidade máxima da anterior.
tesla cybertruck
Modelo tem a fama de “indestrutível” (Imagem: Mike Mareen/Shutterstock)
  • A “Cyberbeast”, topo de linha, pode vir com dois ou três motores elétricos.
  • A configuração trimotor, vai de 0 a 100 km/h em 2,6 segundos e atinge 210 km/h, além de produzir nada menos que 845 cavalos e 1.423 kgfm de torque.
  • A autonomia, porém, cai para cerca de 515 km.
  • Vale lembrar que a produção em larga escala será um desafio para a empresa, principalmente devido à escolha de usar aço inox no exterior.
  • A Tesla disse que espera começar a produzir 250 mil unidades da picape elétrica anualmente até 2025.