Covid-19: Google e Facebook estendem home office até o fim do ano

Com boa parte das suas equipes trabalhando de casa desde o início de março, as empresas começam a se planejar para a reabertura dos seus escritórios

Renato Mota 08/05/2020 14h05
Home office
A A A

Duas das maiores empresas de tecnologia anunciaram uma maior flexibilização para que seus funcionários continuem trabalhando de casa em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Apesar dos planos para reabrirem seus escritórios em breve, Facebook e Google permitirão que colaboradores estendam seu regime de home office até o final do ano.


O CEO do Google, Sundar Pichai, disse que os funcionários que precisam voltar ao escritório começarão a fazê-lo a partir de julho, mas sob novas medidas de segurança. “Mas a maioria dos funcionários que podem realizar seus trabalhos em casa poderão fazê-lo até o fim do ano”, acrescentou Pichai.

O anúncio foi quase o mesmo do Facebook, que planeja voltar às atividades a partir do dia 6 de julho. "O Facebook deu o próximo passo em sua filosofia de retorno ao trabalho. Hoje, anunciamos que qualquer pessoa que possa fazer seu trabalho remotamente pode optar por fazê-lo até o fim do ano", disse um porta-voz da rede social.

No início de março um funcionário do Facebook em Seattle foi infectado com a Covid-19, o que fez a empresa optar por fechar o escritório e recomendar home office para todos. A plataforma ainda concedeu ao seu pessoal mil dólares em bônus.

Os funcionários do Google e da Alphabet (sua empresa mãe) também adotaram o home office desde 10 de março, antes da OMS declarar a Covid-19 como uma pandemia.

Via: BBC


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



Google Facebook home office coronavirus covid19
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você