Elon Musk se recusa a tomar vacina contra a Covid-19; entenda

Empresário já se envolveu em diversas polêmicas relacionadas à pandemia; sul-africano diz que nem ele, nem os filhos correm risco de contaminação

Guilherme Preta, editado por Fabiana Rolfini 01/10/2020 09h29
Elon Musk
A A A

Elon Musk voltou a entrar em uma polêmica relacionada à pandemia da Covid-19. Desta vez, em entrevista ao New York Times, o empresário disse que se recusa a tomar uma vacina contra a doença. Ao ser questionado do motivo dessa decisão, o CEO da Tesla e da SpaceX afirmou que não corre risco de Covid-19. “Nem meus filhos”, completou. Alertado de uma segunda onda a caminho, ele afirmou que “todo mundo morre”.


Esta, porém, está longe de ser a primeira vez que o sul-africano se mostra cético à doença. No início de março, por exemplo, Musk publicou no Twitter que haveria “quase zero novos casos no fim de abril”. Também na sua rede social, ele afirmou que o pânico causado pela pandemia era burro.

O empresário também teve atritos com as autoridades por conta das fábricas da Tesla. Elon Musk pressionou pela reabertura das instalações da montadora, mesmo com as regras locais proibindo a volta ao trabalho. Em certo momento, ele afirmou que iria para a linha de produção com seus funcionários e, se alguém tivesse que ser preso por isso, que fosse apenas ele.

Por fim, a repórter pediu que o empresário se colocasse no lugar dos trabalhadores de sua fábrica que foram chamados de volta durante o momento em que a doença se espalhava no país. Logo após o retorno, os funcionários da Tesla começaram a ser diagnosticados com a doença. A resposta de Musk, porém, não foi a esperada. “Vamos seguir em frente. Não quero entrar em um debate sobre Covid-19”, finalizou o sul-africano.

Musk critica licenciamento da GPT-3 pela Microsoft

A Microsoft firmou um acordo que lhe conferiu o licenciamento exclusivo da tecnologia GPT-3, que usa inteligência artificial (IA) para escrever textos noticiosos e técnicos com altíssima precisão. A GPT-3 é uma invenção da OpenAI, uma iniciativa de pesquisa e desenvolvimento aberto de ferramentas de IA onde um dos fundadores é Elon Musk - e ele não ficou nada feliz com esse contrato.

Em seu perfil no Twitter, Musk deixou claro seu descontentamento com a novidade. Segundo ele, um acordo de licenciamento exclusivo destrói o propósito da OpenAI, que foi concebida com a ideia de ser aberta e disponível a todos: "Isso faz parecer que se trata do oposto de ‘aberto’”, disse o executivo. “A OpenAI foi essencialmente capturada pela Microsoft.”

Via: Futurism


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



Tesla spaceX elon musk vacinação anti vacina vacina coronavirus covid19
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você