EUA podem ser o novo epicentro do coronavírus, diz OMS

Com 35 mil infectados até o momento, a agência de saúde alerta para a possibilidade de um aumento significativo no número de casos

Luiz Nogueira 24/03/2020 12h03
Nova York
A A A

De acordo com dados recebidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a situação da pandemia no planeta é "alarmante". Antes de divulgar um relatório completo sobre o vírus, a entidade reúne informações para comprovar os dados.


No entanto, antes da divulgação do relatório consolidado, representantes da agência conversaram com alguns jornalistas na Suíça e revelaram que o mundo deve registrar um "aumento significativo" em comparação ao que foi contabilizado até o momento.

Até a noite de ontem, segunda-feira (23), a OMS reconheceu 334 mil casos, além de registrar 14,5 mil mortes em diversas partes do mundo. Com os EUA, mais especificamente Nova York, sendo o local com o maior registro de casos confirmados.

Com isso, a OMS acredita que os norte-americanos podem enfrentar o ápice da doença em breve. Eles ainda alertam para a possibilidade do país se tornar o novo epicentro da pandemia. "Estamos vendo uma progressão muito rápida do número de casos nos EUA", alertou Margaret Harris, porta-voz da OMS.

Ainda segundo Harris, cerca de 85% dos novos casos registrados vem da Europa e dos EUA - com os norte-americanos sendo detentores de 40% desse total. Até o momento, 35 mil pessoas foram contaminadas pelo novo coronavírus nos Estados Unidos.

A OMS se preocupa principalmente com Nova York, apontada como principal local de transmissão dentro do país. A taxa de infecção na cidade é cinco vezes maior do que a média de todo os EUA. Esse rápido crescimento foi atribuído principalmente à demora para aplicação de medidas emergenciais e de isolamento social.

Margaret ainda alerta que os números podem ser ainda maiores do que os conhecidos. Isso porque, recentemente, a OMS destacou que os números divulgados até este momento– de infectados e de mortes – são reflexos da transmissão ocorrida há cinco ou seis dias. Por esse motivo, um aumento significativo nas confirmações pode acontecer a qualquer momento.

Via: Uol


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



OMS Nova York doença coronavirus pandemia
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!

Recomendados pra você