Dicas e Tutoriais

Dicas de segurança

9 dicas de segurança para proteger seus dados online e privacidade

Rene Ribeiro, editado por Rui Maciel 10/01/2019 10h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Usar um navegador privado, cobrir a câmera do seu notebook com um adesivo...as medidas para ficar seguro web afora são simples de usar.

Com todas as recentes violações de dados e histórias de brechas de segurança em sites e mídias sociais, as pessoas estão se precavendo para proteger melhor para garantir sua privacidade online e também não ter suas fotos, vídeos e outros dados roubados.

Há muito o que se pode fazer para proteger sua privacidade. Por isso selecionamos 9 dicas para melhorar sua segurança online sem ter que desistir de sua vida na web.

Use um navegador privado

A configuração de uma janela no modo privado no Mozilla Firefox ou no Google Chrome é uma boa maneira de proteger rapidamente suas atividades online, mas está longe de ser completa.

Além disso, ela requer especificamente a abertura de uma outra janela de navegação, o que sai do uso padrão de usuários que não tem muita intimidade com informática.

Sim, as pessoas devem cuidar mais de sua privacidade, mas, às vezes, nem sempre é possível que todos tenham essa consciência e conhecimento. A melhor opção nesse caso é ter um navegador privado e usá-lo para tudo. Boas opções incluem o Brave e Epic, que são browsers simples, com interface amigável e mesmo usuários iniciantes conseguem utilizar.

Use vários endereços de email

Esse é um truque bastante simples e comum, e funciona ao segregar e-mails recebidos em contas diferentes com base em seu conteúdo.

Ter um endereço de e-mail para e-mails pessoais, correspondências profissionais, contas, inscrições na web e qualquer outro caso de uso que possa ser aplicado pode ser uma maneira de se proteger, caso o seu e-mail seja de alguma forma violado.

Isso também ajuda a reduzir a desordem da caixa de entrada, mas também significa que você terá que fazer malabarismos com mais de um endereço de email.

Isso é muito mais fácil do que parece, e ter uma senha diferente para cada um significa que, se uma estiver comprometida, suas outras contas estarão seguras.

Use um algoritmo de senha em vez de uma senha

Esta é definitivamente uma das maneiras mais fáceis de se proteger online.

Uma das maiores vulnerabilidades que as pessoas têm é a reutilização da mesma senha para várias contas, de modo que, se algum invasor obtiver sua senha, ela poderá experimentá-la em todas as contas que você tem e, assim, conseguirá acessar todos os seus dados.

Lembrar de uma dezena de senhas é difícil, e é por isso que a maioria de nós mantém uma senha para tudo.

Mas há uma técnica simples para criar senhas complexas e você lembrar delas facilmente. Chama-se algoritmo de senha. Nada mais é do que uma regra simples. Por exemplo, pegue uma frase de uma música, poema ou de um livro, enfim, uma frase que marcou você e nunca foi esquecida.

Agora pegue a primeira letra de cada palavra da frase e forme sua senha.

E incremente a segurança intercalando as letras com maiúsculas e minúsculas. Fazendo isso você terá uma senha mais segura do que apenas sua data de nascimento, de casamento, ou algum documento seu. Hackers e até bisbilhoteiros conseguem achar facilmente esse tipo de senha.

Você só precisa lembrar como aplicar o algoritmo para um determinado site e nunca mais precisará ficar lembrando ou anotando senhas.

Use uma VPN, especialmente em conexões públicas

As VPNs (Redes Privadas Virtuais) se tornaram populares por empresas, nas quais os funcionários podiam acessar dados dos servidores, com segurança, mesmo que estivem fora da companhia, em uma viagem profissional, por exemplo. E assim as VPNs expandiram-se para o público em geral.

É também uma das melhores maneiras de garantir sua privacidade.

Embora as VPNs "gratuitas" estejam disponíveis, não as recomendamos de jeito nenhum. Vale a pena investir algum dinheiro (o custo é bem acessível) para proteger seus dados.

Nada na Internet é grátis

Há um axioma famoso na internet que diz que se alguém lhe oferece algo de graça, é porque você é o produto.

Logo, se há mídia, há publicidade. E isso não é ruim, mas fica mais problemático quando seus dados começam a ser comprados e vendidos sem o seu conhecimento ou controle. Algo “free" muitas vezes vem ao custo da sua privacidade online.

É por isso que você deve sempre ser cético quanto à oferta “gratuita” e quanto mais informações você tiver que fornecer em um site, mais cético deve ser. É por isso também que é interessante configurar uma conta de e-mail especificamente para compras e outras assinaturas de ofertas gratuitas, como dito no tópico anterior.

Invista em software antivírus / firewall de alta qualidade todos os anos Ainda que isso seja óbvio, um número surpreendente de pessoas não usa esse tipo de solução.

Mais importante ainda, assim como alguns produtos e serviços melhoram ou pioram com o tempo, quando chega a hora de renovar este software, acesse e verifique qual é o produto mais em conta.

Busque por reviews dos melhores antivírus todos os anos. O produto eficiente do ano passado pode ter escorregado alguns degraus desde então.

Sempre procure a melhor proteção que você pode obter. Não é mais seguro ficar com ela somente porque ela já está instalada.

Verifique regularmente se seus dados estão comprometidos

Assim como se verifica sua conta bancária, aplicações e faturas de cartão  de crédito para saber se não houve erros (ou até possíveis fraudes), você deve verificar regularmente se seus dados foram comprometidos por terceiros.

Existem vários sites para verificar se seu e-mail, senhas ou outros dados foram comprometidos por um hack para que você possa tomar medidas para proteger suas contas.

Haveibeenpwned e BreachAlarm são dois dos mais utilizados.

Seja cauteloso ao interagir com e-mails não solicitados

O phishing é a melhor maneira de os hackers obterem suas informações; E se você acha que pode identificar uma tentativa desse tipo de golpe, certamente não conseguirá.

O nível de sofisticação aumenta a cada dia e as consequências da queda por uma tentativa de phishing podem ser catastróficas. Basta perguntar à Hillary Clinton.

Se aparecer um e-mail não esperado, seja do seu banco, cartão de crédito ou outro site em que você tem uma conta, e que solicita um clique em um link ou para fazer um download, não o faça. Vá diretamente ao site do banco, do cartão ou o que seja para verificar se a solicitação procede. Se preferir, entre em contato por telefone e questione sobre a solicitação. Geralmente, bancos e administradoras de cartões não pedem para atualizar senhas ou dados pessoais por e-mail.

Se o e-mail for legítimo, haverá uma notificação na página da sua conta bancária na maioria dos casos, onde você poderá visualizar ou fazer o download de qualquer informação que precisar ver.

Se não houver registro de qualquer assunto sobre o email, informe-o imediatamente e verifique se suas contas foram comprometidas.

Cubra ou desconecte sua webcam e microfone!

Se um hacker conseguir acessar o seu computador, ele provavelmente poderá acessar tudo o que quiser, e isso inclui sua webcam e seu microfone.

Nada pode ser mais invasivo do que ter algum hacker assistindo o que está acontecendo em sua casa ou ouvindo suas conversas, então se você pode desconectar sua webcam e microfone quando não estiverem em uso, faça isso.

Se não puderem ser desconectados, cubra-os com fita isolante quando não estiverem em uso. Se foi o que Mark Zuckerberg e o FBI fizeram, é uma boa dica para nós também. Afinal, esses caras sabem tudo sobre coletar dados online das pessoas, não é mesmo?

 

Reprodução

Não percebeu onde estão os adesivos? Então veja no zoom abaixo:

Reprodução

Segurança Hackers Dicas Hackintosh phishing hack Invasão Hacktivismo ciberataque ataques virtuais Dicas&Tutoriais hackNotice cibersegurança cybersegurança
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você