Segurança

Facebook Libra

Empresas reconsideram apoio à Libra, criptomoeda do Facebook

Luiz Nogueira, editado por Matheus Luque 02/10/2019 10h54
Compartilhe com seus seguidores
A A A

De acordo com o Wall Street Journal, empresas como Visa e Mastercard reconsideram seu envolvimento no desenvolvimento da moeda

Em junho, o Facebook anunciou oficialmente seu esforço para trazer uma solução de pagamentos online por meio de sua plataforma. Com isso, nasceu a Libra, moeda virtual da rede social que recebeu o apoio de grandes nomes como Visa e Mastercard.


Desde então, poucos detalhes sobre o assunto foram revelados, além das inúmeras investigações de órgãos reguladores, banqueiros e políticos de todo o mundo para verificar a viabilidade e a ameaça dessa moeda, já que a grande preocupação é como a rede social pode proteger a privacidade dos usuários e impedir que criminosos usem o sistema para lavagem de dinheiro. Os parceiros anunciados, por sua vez, se mantiveram em silêncio sobre o papel que teriam nesse novo negócio.

Agora, uma reportagem do Wall Street Journal declara que os executivos das empresas parceiras se recusaram a apoiar a Libra publicamente, apesar dos pedidos do Facebook para que o façam.

Fonte anônimas ouvidas pelo jornal informaram que a Visa, Mastercard e outras empresas estão reconsiderando completamente o seu envolvimento. Tudo isso acontece enquanto os membros da Associação Libra se preparam para se reunir na próxima quinta-feira (3) em Washington DC para definir se a parceria continua ou não.

Empresas como a Visa e Mastercard aceitaram participar na construção da rede de pagamentos Libra para evitar perder a próxima grande novidade, já que a empresa Tencent Holdings domina o mercado de pagamentos digitais chineses com o WeChat Pay.

David Marcus, chefe do projeto Libra, respondeu ao artigo do Wall Street Journal no Twitter. Ele declarou: "Para Libra ter sucesso, ela precisa de membros comprometidos, e embora eu não tenha conhecimento de organizações específicas que planejam avançar no projeto, o compromisso com a missão é mais importante do que qualquer coisa."

Em 14 de outubro, representantes das empresas que concordarem em se associar ao projeto vão se reunir em Genebra para revisar o estatuto da Associação Libra e para nomear seu conselho de administração.

Grandes perdas na lista de parceiros podem colocar a moeda em risco. Além dos problemas envolvendo sua criação, o Facebook deve encontrar uma forma de convencer os consumidores a trocar suas moedas nacionais por uma moeda digital que poderia ser usada para pagar bens e serviços na internet. Sem uma rede de parceiros financeiros que poderiam ajudar a transferir moedas para Libra, e varejistas globais para aceitá-la como forma de pagamento, o alcance da moeda seria bastante limitado.

Via: Engadget/ Wall Street Journal

 

 

 

 

 

 


Segurança Facebook criptomoedas pagamento digital Libra visa mastercard
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você