Nenhuma bateria de notebook dura tanto quanto a marca diz, revela pesquisa

Se você tem a impressão de que todas as estimativas de duração da bateria de notebooks são exageradas, você pode estar certo. Foi isso que revelou uma pesquisa da associação de consumidores Which?, do Reino Unido, que testou a duração das baterias de 67 modelos de notebooks de sete marcas diferentes.

O site disse ter testado cada notebook três vezes, em situações que simulam o uso real. Após cada teste, a bateria era carregada totalmente, e sua duração era contada até o momento em que o dispositivo se desligava. Um dos testes envolvia a reprodução contínua de filmes, e outro, navegação na internet por meio de conexão Wi-Fi.

Findos os testes, a associação comparou a duração média da bateria dos notebooks com a média da duração prometida pelas marcas. Em alguns casos, o teste revelou que as empresas indicavam quase o dobro de duração da bateria do que entregavam de fato. Um infográfico produzido pela associação com os dados obtidos pode ser visto abaixo:

Reprodução

A associação ainda destacou alguns casos particularmente drásticos de discrepância entre a duração de bateria prometida e a obtida. O Lenovo Yoga 510 alegava que sua bateria durava cinco horas, mas "entregou" apenas duas horas e sete minutos nos testes; o HP Pavilion 14-al115n prometia nove horas de bateria, mas só durou quatro horas e 25 minutos; o Inspiron 15 5000, da Dell, dizia que entregava sete horas de bateria, mas só rendeu três horas e 58 minutos no teste; e o Acer E15, que prometia seis horas, só funcionou por duas horas e 56 minutos.

O caso da Apple

Há uma exceção interessante no infográfico acima: a Apple. De acordo com o Which?, foram testados três modelos de notebooks da Apple lançados desde janeiro de 2016, incluindo um MacBook Pro não especificado. Nos testes, os aparelhos superaram as dez horas de bateria que a empresa prometia, chegando a uma média de duração de dez horas e 15 minutos.

Esse resultado, no entanto, deixou o pessoal do 9to5Mac confuso. Nenhum dos colaboradores do site disse ter duração semelhante àquela encontrada pela pesquisa em seus MacBooks Pro de 2016. "Se eu desligar aplicativos indesejados e e deixar o brilho da tela quatro pontos abaixo do máximo, eu consigo em geral de seis a sete horas", disse um deles. "Eu honestamente não entendo como eles chegaram a mais de dez horas", continuou.

Na época do lançamento do notebook, o site já havia feito uma enquete para que usuários do MacBook Pro 2016 dissessem quanto tempo suas bateria estavam durando. Apenas cerca de 30% dos respondentes disseram "dez horas" ou mais; 50% das respostas ficaram entre seis e nove horas, e, para 22% dos respondentes, o resultado era cinco horas ou menos.

Durante os dias que se seguiram ao lançamento, os usuários reclamaram de problemas com a bateria e alguns testes mostraram que ela durava menos do que o prometido. A Apple foi atrás de entender o problema e uma atualização do macOS ajudou a "mascarar" a duração da bateria. Mais tarde, porém, a empresa lançou outra atualização, que ajudava o notebook a aproveitar melhor sua energia.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ