Pedidos da Apple podem ser entregues em até um dia nos EUA e Canadá

Produtos não passarão mais por centros de distribuição, por exemplo, o que acelera a entrega; clientes que moram perto de lojas físicas serão beneficiados

Leticia Riente, editado por Cesar Schaeffer 12/10/2020 14h10
Pedidos da Apple podem ser entregues em até um dia nos EUA e Canadá
A A A

A Apple está adotando uma nova modalidade de envio de seus produtos para americanos e canadenses. Residentes dos dois países que morarem perto de lojas oficiais da marca poderão receber suas encomendas no dia seguinte à compra, sendo que o produto virá diretamente da loja, sem que ele seja repassado para um centro de distribuição. A medida foi desencadeada pelas várias ações da gigante da tecnologia para proteger clientes e funcionários do contágio pela Covid-19.


A tendência popularizada por outras redes de varejo parte da ideia de aproveitar os itens já existentes em estoque, que poderão ser enviados diretamente aos consumidores. Apenas nos EUA e Canadá, a Apple possui quase 300 lojas, o que faz com a nova modalidade atinja milhares de usuários de iPhones, Macs, iPads e outros acessórios.

Reprodução

Lojas da Apple usarão estoque próprio para acelerar envio de pedidos. Créditos: EQRoy/Shutterstock

Antes, os produtos eram enviados para um centro de distribuição para, posteriormente, serem postados para os endereços dos compradores. Em outras ocasiões, os eletrônicos eram enviados diretamente da China. Para executar a nova forma de envio, a Apple terá como parceiros a United Parcel Service, no Canadá, e a FedEx, nos Estado Unidos. A novidade significa menos tempo de espera para pessoas que moram mais longe de centros de distribuição e mais perto de lojas da marca, mais especificamente a menos 160 quilômetros de um estabelecimento comercial Apple.

De qualquer forma, a empresa de tecnologia destaca que não será possível que os clientes escolham a modalidade de entrega, sendo ela dependente apenas da decisão da equipe de operações das lojas.

Cabe frisar que a gigante do Vale do Silício já vinha testando o programa com uma pequena parcela de suas lojas desde que estas foram autorizadas a reabrir. Segundo a própria Apple, a prática reduz custos, melhorando potencialmente as margens do produto e é benéfica para o meio ambiente.

Mudanças no atendimento

A Apple tem aplicado várias mudanças em seu atendimento e outros serviços desde que as recomendações contra a Covid-19 passaram a valer. Nesta mesma linha, a empresa já discute a conversão de lojas selecionadas em suporte online ou em call centers de vendas, caso estes locais precisem ser fechados novamente por conta da pandemia.

Via: Bloomberg

Apple estados unidos Canadá EUA FedEx entregas
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você