Review Huawei Freebuds 3: boa redução de ruído e qualidade sonora

A Huawei entrega um fone sem fio com bateria consideravelmente boa e sistema de som bastante potente, mas que peca em alguns detalhes

Luiz Nogueira, editado por Cesar Schaeffer 03/02/2020 09h02
Huawei Freebuds 3
A A A

Os fones de ouvido bluetooth têm se tornado cada vez muito populares à medida que novas opções começam a surgir no mercado. Uma das razões que explica esse movimento é a retirada, por parte dos fabricantes de smartphones, da entrada para fones de ouvido, a famosa conexão P2, presente desse o início da produção dos aparelhos.


Para suprir essa demanda, empresas se empenham em lançar produtos sem fio para atrais clientes. Esse é o caso da Huawei, com o Freebuds 3, que chega ao Brasil com preço sugerido de R$ 1.300.

O dispositivo é um par de fones de ouvido que se conecta via bluetooth ao aparelho do usuário. Com uma autonomia de até 4 horas somente dos fones e 20 horas com o case, o produto promete imersão no ato de ouvir música, já que conta com uma potente tecnologia de redução de ruído.

Design

À primeira vista, o visual é bastante interessante e de primeira qualidade. Com um estojo em formato circular, os fones são acomodados em orifícios magnéticos que, além de segurá-los, possuem conectores para que sejam carregados enquanto não estão em uso.

Foto: Márcio Nunes/ Olhar Digital

Para ligar o case pela primeira vez, há um botão discreto do lado direito. Aliás, enxergar este botão pode ser um problema já que ele é quase imperceptível.

Na parte interior, há uma conexão USB-C para carregamento do case. Além do sistema de carga convencional, por cabo, é possível carregá-lo também por indução, usando dispositivos específicos para isso.

Os fones em si são bastante leves. Cada um pesa algo em torno de 4,5 gramas, o que faz com que não incomodem se usados por muito tempo. O design ergonômico do par, semelhante aos dos AirPods da Apple, fazem que eles fiquem firmes na orelha, garantindo que não caiam ao realizar exercícios.

Fones

Além de bem bonitos, os fones são bastante funcionais. Com qualidade considerável, mesmo em volumes mais baixos, o dispositivo consegue garantir uma boa potência sonora. A qualidade do som surpreendeu, com graves potentes e agudos bem definidos.

Aliado do sistema de cancelamento de ruídos inteligente, é possível ficar quase que totalmente desligado do mundo exterior. Obviamente, o sistema não é perfeito, e faz com que alguns sons acabem sendo ouvidos, o que pode atrapalhar a experiência de quem espera algo que isole totalmente o barulho externo do ambiente. 

Foto: Márcio Nunes/ Olhar Digital

O par possui um sensor em cada um dos lados. De fábrica, os sensores estão configurados para, quando tocados duas vezes, ativarem a redução de ruído do lado esquerdo, e avançar a música do lado direito.

As funções de cada um dos sensores podem ser personalizadas por meio do aplicativo AI Life, que também serve para verificar a bateria de cada um dos fones e do case. Além da reprodução de músicas, os fones podem ser usados para atender ligações.

Minha experiência com esse tipo de dispositivo diz que o microfone pode sofrer com sons externos e condições adversas durante chamadas. Entretanto, no caso dos fones da Huawei, o microfone cumpriu seu papel e apresentou som quase que perfeito durante chamadas mesmo estando na rua. Fiz o teste com algumas ligações pelo celular e por apps de bate-papo, o resultado foi igualmente satisfatório, com a outra parte ouvindo tudo o que eu falava sem qualquer dificuldade e bastante clareza. 

A bateria dos fones tem capacidade nominal de 30mAh de cada um dos lados e 410 mAh do case. Com isso, a duração é bastante competitiva, e chega a oferecer até quatro horas ininterruptas de reprodução antes de seja necessário recarregá-los. 

Com o case, o uso dos fones pode se estender ainda mais, já que a empresa promete mais 16 horas de bateria apenas com uma única carga. Além disso, vale ressaltar que a 'caixinha' e os fones levam cerca de uma hora para serem totalmente carregados, o que não é nada mal para desfrutarmos de cerca de 20 horas de uso. 

As especificações da empresa se provaram bastante próxima da realidade. Durante os testes, os fones chegavam a cumprir quase quatro horas de bateria, o que pode ter afetado o tempo foi o sistema de cancelamento de ruído constantemente ativado. 

Ao utilizá-los com smartphones que não sejam da Huawei, os fones não param de tocar quando são retirados do ouvido, e nem quando são colocados no case, obrigando o usuário a pausar a música manualmente no celular, ou configurar um dos sensores do fone para fazer isso ao tocá-lo duas vezes.

Isso pode ser um ponto negativo se considerarmos que, muitas vezes, os usuários tiram os fones da orelha apenas por breves momentos, para conversar com alguém ou prestar atenção a algum detalhe. 

Aplicativo

O aplicativo fornecido pela Huawei é bem completo. Além de fornecer informações sobre o nível de bateria do dispositivo e configurações de personalização, ele oferece a opção de alterar a precisão do sistema de cancelamento de ruído.

Foto: Olhar Digital

Entretanto, o modo como ele é alterado pode ser meio confuso. O "botão", que é virtual, simula o sistema para aumento de volume presente em dispositivos físicos. Portanto, ele "roda" infinitamente, então não há como saber qual o máximo da redução de ruído, sendo necessário realizar testes até chegar a um nível aceitável.

Conexão

Os fones se conectam via bluetooth em uma conexão 5.1. Isso garante uma boa distância sem que o dispositivo apresente falhas na reprodução. Obviamente, paredes e portas atrapalham, mas não é nada que incomode quem já está acostumado com fones cabeados.

Conteúdo da embalagem

A embalagem do produto, por conta de seu preço sugerido de R$ 1.300, possui um acabamento mais premium. Com detalhes em baixo relevo dourados e imã para fechamento.

Foto: Olhar Digital

Quando ao conteúdo, há o fone com o case, um cabo USB-C para carregamento do aparelho, um QR code para download direto do aplicativo para controle, além do certificado de garantia e manual de primeiros passos de utilização.

Conclusão

No geral, o Huawei Freebuds 3 é um bom fone. Com uma boa qualidade de som em condições adversas e sistema de redução de ruído eficiente, o dispositivo pode ser uma alternativa viável aos AirPods – mesmo custando quase o mesmo valor da versão padrão dos fones da maçã.

Se desconsideramos os problemas relacionados à configuração da redução de ruído e à falta de um sistema que interrompe a música automaticamente em aparelhos Android que não são da Huawei, o fone é uma boa pedida para quem preza por possibilidade de personalização, bateria e qualidade de som.


Bluetooth Huawei Fones de ouvido
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você