Twitter pode entrar na briga pela compra do TikTok nos EUA

Atualmente, Microsoft é a grande candidata a adquirir o aplicativo; empresa viu seu valor de mercado atingir US$ 1,6 trilhão após anúncio da negociação

Guilherme Preta, editado por Fabiana Rolfini 10/08/2020 10h28
TikTok
A A A

Na última semana, o presidente Donald Trump anunciou que o TikTok, rede social do momento, tem 45 dias para ter sua operação no país comprada por alguma empresa americana para que não seja banido. Segundo o Wall Street Journal, o Twitter é o mais recente interessado na aquisição ao manter “conversas preliminares” sobre o assunto.


No entanto, o custo dessa operação pode ser um obstáculo ao Twitter. A operação americana do TikTok pode valer dezenas de bilhões de dólares, enquanto o valor de mercado do Twitter é de “apenas” US$ 29 bilhões. Por conta disso, a rede social pode precisar da ajuda de investidores e assumir uma grande quantidade de dívidas, se decidir comprar o app.

Além disso, há a concorrência com a Microsoft, que já assumiu publicamente que tem planos para comprar o TikTok. A empresa, que possui um valor de mercado muito superior ao do Twitter viu este valor aumentar ainda mais com o anúncio da negociação, atingindo US$ 1,6 trilhão (cerca de R$ 8,61 trilhões).

ReproduçãoMicrosoft é a grande aposta para adquirir a operação americana do TikTok. Foto: Stephen Brashear/Getty Images

Segundo a CNBC, a Microsoft pode estar disposta a pagar entre US$ 10 bilhões e US$ 30 bilhões na operação. Isso faria dessa uma das maiores aquisições da empresa em sua história. Atualmente, a primeira colocação é dos US$ 26,2 bilhões investidos no LinkedIn, seguido dos US$ 8,5 bilhões para a compra do Skype e os US$ 2,5 bilhões na aquisição do Minecraft e do desenvolvedor Mojang.

Risco a segurança nacional

Toda a história do possível banimento do TikTok naquele país gira em torno da segurança. "Existem vários funcionários do governo que estão analisando o risco de segurança nacional no que diz respeito ao TikTok e outros aplicativos".

Esta foi a afirmação dada na última quarta-feira (5) pelo chefe de gabinete de Donald Trump, Mark Meadows, à imprensa. Além dele, o secretário de Estado, Mike Pompeo e o conselheiro da Casa Branca, Peter Navarro, revelaram à Fox News - canal conservador de notícias americano de televisão a cabo - que os EUA estão pensando em proibir aplicativos chineses, dos quais o TikTok é o mais cotado em questões de segurança.

Via: Engadget/GameSpot

Microsoft Twitter twitter estados unidos trump tiktok tiktok donald trump
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você