EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Um dos primeiros países a ter resultados positivos na luta contra o novo coronavírus, a Coreia do Sul está reabrindo seu comércio, e as empresas têm encontrado formas criativas de evitar a disseminação da doença. Um café na cidade de Daejon decidiu apostar em um robô barista para preparar e transportar as bebidas de seus clientes.

Graças ao equipamento, o estabelecimento precisa de apenas um funcionário em serviço, cuidando da cafeteria e reabastecendo a máquina, que pode fazer até 60 tipos de bebidas. Segundo a Vision Semicon, empresa por trás do empregado robótico, ela espera ajudar a sociedade sul-coreana a se ajustar ao chamado “distanciamento na vida cotidiana”, próxima fase de relaxamento do isolamento no país.

publicidade

ReproduçãoMáquina faz até 60 tipos diferentes de bebida. Foto: Reuters

De acordo com Lee Dong-bae, diretor de pesquisa da Vision Semicon, o “sistema não precisa de informações das pessoas desde o pedido até a entrega, e as mesas foram organizadas para garantir movimentos suaves ao robô, que se encaixa com a atual campanha de distanciamento”.

A novidade, porém, pode gerar novos problemas. A taxa de desemprego na Coreia do Sul cresceu bastante desde o início da crise, atingindo sua maior queda desde 1999. Com o sucesso de funcionários robôs, as empresas podem optar por continuar usando-os mesmo após o fim da pandemia, já que poderão economizar contando com menos funcionários.

Via: Reuters

publicidade