EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O Google quer melhorar de forma significativa o sinal de GPS em celulares Android em cidades grandes. Para isto, a gigante da tecnologia pretende utilizar o mapeamento 3D já existente por meio do Google Maps. O objetivo é evitar o maior número possível de imprecisões de localização, que são geradas por reflexos de sinais em estruturas urbanas. Mais de três mil cidades serão contempladas neste sentido no ano que vem.

A ideia veio a partir da necessidade de direcionar melhor motoristas e pedestres em áreas urbanas, visto que os sinais de satélite são ricocheteados em prédios e altos edifícios. O “módulo de correção auxiliado por mapeamento 3D” do Android poderá mitigar estes saltos em cidades da América do Norte, Ásia, Europa, entre outras partes do mundo.

publicidade
Google quer melhorar o sinal de GPS em cidades grandes. Créditos: AngieYeoh/Shutterstock

FLP

Assim, para que a estratégia seja colocada em prática, o Google utilizará a API Fused Location Provider (FLP, na sigla em inglês) do Google Play Services. Resumidamente, a FLP serve para que outros aplicativos consultem a localização do Android, sem ter que recorrer a coordenadas bruscas de GPS.

Por isso, com o mapeamento 3D em conjunto com a FLP, é esperado que a localização do usuário seja ainda mais exata. Um ponto importante a ser destacado é que a nova tecnologia pode “reduzir as ocorrências do lado errado da rua em aproximadamente 75%”, o que já é um grande avanço.

Dessa maneira, o Google Maps também tem recebido melhorias, como a indicação de sinalizações e grupo de pedestres, tudo para deixar o serviço ainda mais completo.

mapeamento 3d ajudará a melhorar sinal de gps
Sistema será de grande ajuda para evitar erros em relação ao lado da rua, por exemplo. Créditos: CC7/Shutterstock

Cabe destacar que alguns celulares do Google, como o Pixel 5 e o Pixel 4a (5G) são os primeiros do mercado a utilizarem a ferramenta de mapeamento 3D, mas, até agora, ele só funciona durante caminhadas. Apesar disso, a gigante da tecnologia quer implantar o recurso de forma ampla até o início de 2021 em smartphones com Android 8 e posteriores.

publicidade

Relevância

Assim sendo, a importância da atualização foi elogiada pela Qualcomm, pois o novo recurso poderá melhorar também suas tecnologias. “Os consumidores confiam na precisão das capacidades de posicionamento e navegação de seus telefones celulares. A tecnologia de localização é fundamental para garantir que você encontre seu restaurante favorito e receba seu serviço de transporte compartilhado em tempo hábil. A Qualcomm Technologies está liderando a tarefa de melhorar as experiências do consumidor com sua mais nova tecnologia Qualcomm Location Suite, que oferece integração com as correções auxiliadas por mapeamento 3D do Google. Essa colaboração com o Google é um marco importante para a precisão da localização no nível da calçada”, disse Francesco Grilli, vice-presidente de gerenciamento de produtos da Qualcomm.

Via: ArsTechnica/Android Developers