Jack Ma, fundador do Alibaba, está escondido e não desaparecido. A informação foi divulgada nesta terça-feira (5) pelo jornalista da CNBC, David Faber, de acordo com uma pessoa familiarizada com o assunto.

A informação de que o fundador do Alibaba está escondido surge na mesma semana em que diversos veículos de imprensa especulam a localização do executivo.

publicidade

Até então, Ma, que é membro do Partido Comunista, era considerado um modelo do regime chinês, por conta de sua contribuição para a “economia digital”.

Contudo, após atacar o sistema regulatório da China há cerca de dois meses, o bilionário não foi mais visto em público, tornando seu paradeiro uma verdadeira incógnita e levantando especulações sobre o que teria acontecido com ele.

Jack Ma
Fundador do Alibaba, Jack Ma não é visto em público desde outubro do ano passado. Foto: vasilis asvestas/Shutterstock

O empresário ausentou-se até mesmo do show de talentos criado por ele, o “Africa’s Business Heroes”, esquentando ainda mais as especulações sobre sua localização.

Fundador do Alibaba: desaparecido desde outubro?

A última aparição pública de Ma foi no fim de outubro, durante um fórum financeiro em Xangai.

Na ocasião, o bilionário fez duras críticas aos reguladores chineses, alegando que eles sufocaram a inovação no setor financeiro.

“Não devemos usar a maneira de administrar uma estação de trem para regular um aeroporto. Não podemos regular o futuro com os meios de ontem”, discursou Jack Ma, na ocasião.

A retaliação foi rígida e instantânea. Logo após a sua fala, os reguladores chineses suspenderam a abertura de capital (IPO) da Ant Group — que se concretizada, teria sido o maior IPO do mundo, levantando mais de US$ 34 bilhões com ações em Hong Kong e Xangai.

Empresa Alibaba
Além de apresentar queda de suas ações, Alibaba está sendo investigada por reguladores chineses. Foto: testing/Shutterstock

Além disso, o Alibaba está sofrendo uma investigação antitruste por reguladores do mercado chinês. A companhia está sendo acusada de abusar de sua posição dominante no setor de comércio eletrônico e “obrigar” outros comerciantes a usarem a sua plataforma.

Todos estes acontecimentos fizeram com que as ações do Alibaba listadas em Hong Kong sofressem uma queda brusca desde novembro. Tanto que a capitalização de mercado da companhia caiu de US$ 859 bilhões para US$ 600 bilhões nos últimos dias de 2020.

Esta investigação, inclusive, pode ser o motivo para o “sumiço” de Jack Ma, já que alguns bilionários chineses costumam desaparecer durante investigações legais e regulatórias de suas empresas. Mas só o tempo poderá escrever os próximos capítulos dessa polêmica.

Via: CNBC/The Wall Street Journal