EnglishPortugueseSpanish

O Disney+ é um sucesso estrondoso e ninguém duvida disso. Mas a grande aceitação da plataforma de streaming no mundo foi uma surpresa até para a própria empresa do Mickey Mouse. Lançado em novembro de 2019 nos Estados Unidos, Canadá e Holanda, o serviço conquistou o resto do globo no final do ano passado.

O CEO da companhia, Bob Chapek, destacou a surpresa, principalmente porque não percebeu anteriormente que a plataforma teria um apelo entre adultos. “Mais de 50% dos nossos assinantes não têm filhos, e isso é um grande diferencial”, disse Chapek, na conferência de tecnologia, mídia e telecomunicação Morgan Stanley.

publicidade
Wandavision: Pôster mostra a Feiticeira Escarlate e o Visão, protagonistas da série da Marvel
‘WandaVision’ é um dos destaques da plataforma de streaming. Imagem: Disney+/Divulgação

Ter esses dados mostrou ao CEO que há uma oportunidade de pensar amplamente seu conteúdo. No mês de fevereiro, em apenas 14 meses de existência, o Disney+ alcançou 95 milhões de assinantes ao redor do planeta.

Quantidade muito maior do que o previsto, já que Mickey e sua turma acreditavam que atingiriam a marca de 90 milhões de subscritos apenas em 2024. Por isso, as previsões atuais mostram que até 2026 a plataforma ultrapasse a Netflix. Em cinco anos, o Disney+ deve chegar a 294 milhões de inscrições, contra 286 milhões da concorrente.

No período de um ano, a plataforma alcançou uma receita de US$ 3,5 bilhões, o equivalente a R$ 19,6 bilhões na cotação atual. Foi justamente o streaming que deixou a Disney com resultados positivos em 2020, mesmo com perdas relacionadas à pandemia da covid-19, com parques fechados e cruzeiros ancorados.

A empresa norte-americana quer manter o crescimento do Disney+ oferecendo séries requisitadas. Até agora, o canal lançou dez seriados, sendo cinco em animação, 16 séries documentários, seis reality shows e dois talk shows. A lista inclui as aclamadas produções ‘The Mandalorian’ e ‘WandaVision’.

Ainda em 2021, o Disney+ vai lançar as séries ‘Falcão e o Soldado Invernal’, ‘Loki’, ‘The Book of Boba Fett’ e a animação ‘Star Wars: The Bad Batch’. As produções ‘Ms. Marvel’, ‘She-Hulk’, ‘Gavião-Arqueiro’ e ‘Obi-Wan Kenobi’ estão sem data de lançamento.

Via: CBR


Experimente o Disney+. Clique aqui e Assine agora!