EnglishPortugueseSpanish

Durante a apresentação do novo Porsche Taycan Cross Turismo, a montadora alemã apresentou oficialmente dois modelos de bicicletas elétricas: a Porsche e-bike Cross, que tem uma pegada mais “off-road, e a Porsche e-bike Sport, para uso diário.

O modelo Cross, possui o motor Shimano, quadro de fibra de carbono e suspensão completa, além de freios a disco hidráulicos Magura-MT Trail, que são maiores e mais resistentes ao calor que o padrão das e-bikes.

publicidade
Porsche e-bike cross em um fundo branco
O modelo cross tem freios maiores, que dão um aspecto mais “off-road”. Crédito: Porsche/Divulgação

Já a versão Sport, que é o modelo top de linha, pesa em torno de 22kg e também possui quadro de fibra de carbono com suspensão completa, além de faróis dianteiro e traseiro de fábrica e motor Shimano de direção central.

Preço maior que a média

Entretanto, o que mais chamou atenção neste lançamento foi o preço praticado pela divisão de esportivos do Grupo Volkswagen. As Porsche e-Bikes serão comercializadas a US$ 8.549 e US$ 10.700 (R$ 48,5 mil e R$ 60,6 mil na conversão direta), respectivamente.

Leia também

Conheça a bicicleta elétrica que custa menos de R$ 5 mil

Super73 recebe investimento de US$ 20 mi para produção de bicicletas elétricas

Motores elétricos e novos materiais revolucionam o design das bicicletas

Um preço mais alto já era esperado por se tratar de um produto Porsche, porém, o anunciado está muito acima da média do que é praticado em bicicletas elétricas, mesmo as de fibra de carbono, que já são naturalmente mais caras.

Porsche e-bike Sport em um fundo branco
O modelo Sport tem um apelo para uso no dia a dia. Crédito: Porsche/Divulgação

Para se ter uma base, a Harley-Davidson, que também é uma marca premium, mas do segmento de motos, lançou três modelos de bicicletas elétricas no final do ano passado com preços que variam entre US$ 3.400 (R$ 19,2 mil) e US$ 5.000 (em torno de 28,3 mil).

Além das duas, outras montadoras já entraram no segmento de bicicletas elétricas, algumas com sucesso, como foi o caso da Jeep e outras sem, como a General Motors.

Via: The Verge

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!