O espião mais famoso do mundo já dirigiu três modelos da luxuosa marca Aston Martin (DB5, DBS e Vanquish). Mas, James Bond, o 007, até agora não colocou as mãos no volante de um Aston Martin elétrico. A expectativa é que a montadora de carros de luxo tenha seus primeiros veículos não poluentes até 2025.

De acordo com o site britânico Electrek, os dois modelos em desenvolvimento são um carro esportivo e uma SUV. Ambos serão produzidos nas fábricas Aston Martin do Reino Unido, com o primeiro montado no País de Gales e o segundo em Gaydon, na Inglaterra.

publicidade

Apesar do anúncio, a marca não tem pressa. A Aston Martin já tentou entrar no mercado de carros elétricos, com o Rapide-E, que chegou a ser cogitado inclusive como o veículo do próximo James Bond. O modelo, porém, caiu num limbo e a companhia decidiu mudar o rumo para um programa de estudo dos elétricos.

O Rapid-E seria o primeiro modelo elétrico da Aston Martin.
O Rapid-E seria o primeiro modelo elétrico da Aston Martin. Imagem: Aston Martin/Divulgação

A montadora trabalha ainda com a produção de veículos híbridos. A SUV de luxo DBX deve ser lançada em versão híbrida ainda este ano. Outros carros da Aston Martin devem ganhar as versões híbridas até 2023, antes dos primeiros carros totalmente elétricos da companhia.

Apesar de tentar acompanhar essas mudanças no mercado e se integrar, o executivo da companhia Lawrence Stroll afirmou que a montadora seguirá fabricando carros com motores a combustão dentro dos próximos dez anos. Ainda segundo o site Electrik, a Mercedes-Benz, que detém 20% da Aston Martin, não vai produzir os carros elétricos planejados, mas deve fornecer baterias.

O Reino Unido, país de origem da Aston Martin, planeja banir a venda de carros a combustão, seja gasolina ou diesel, até 2030. Os veículos híbridos não entram nessa exclusão. Assim, a montadora terá cinco anos para se adequar após o lançamento dos seus primeiros modelos totalmente elétricos.

Via: Electrek