Elon Musk tentou oferecer a Herbert Diess, atual presidente do conselho de administração do Grupo Volkswagen, o cargo de CEO da Tesla. O convite teria sido feito antes de ele deixar a BMW, em 2015. As informações são do site Business Insider.

A notícia chega no momento em que a Volkswagen (VW) emerge como um dos principais concorrentes da Tesla no mercado global de veículos elétricos. A marca passou os últimos dias envolta de diversos anúncios e até brincadeiras, incluindo as novidades do Power Day, que deu um salto no preço de suas ações.

publicidade

Leia mais:

E de acordo com a reportagem, Elon Musk tentou tanto, mais tanto, que a Tesla já havia até enviado um contrato para Diess, que é explícito admirador da montadora elétrica e seu chefe, assinar. No entanto, o alemão acabou aceitando o convite da Volkswagen para ser membro do conselho de administração, algo que na época foi noticiado como “uma oferta tentadora”.

Antes disso, o executivo atuava como membro do conselho responsável pela produção de carros na BMW. A sua saída ocorreu, principalmente, pela “pisada de freio” da marca alemã na eletrificação de seus veículos, algo que Diess queria muito investir, segundo informações do site Electrek.

Em abril de 2018, ele se tornou oficialmente o presidente-executivo da Volkswagen. No mesmo ano, também foi eleito um dos “melhores CEOs do mundo” pela revista CEOWorld Magazine.

Dieselgate e amizade com Elon Musk

A contratação de Diess pela Volkswagen foi uma via de mão-dupla: ao mesmo tempo em que o executivo tinha como objetivo fazer seu nome no setor automotivo, a montadora alemã queria “apagar o fogo” causado pelo Dieselgate – polêmica que apontava técnicas fraudulentas usadas pela Volkswagen, de 2009 a 2015, para reduzir as emissões de dióxido de carbono e óxido de nitrogênio.

Para tentar desesperadamente mudar sua imagem, a empresa chamou Diess, que tinha justamente a visão da eletrificação e “energia limpa”. Após alguns anos na VW, ele assumiu as rédeas como CEO do grupo e, atualmente, tem acelerado o esforço em veículos elétricos da montadora. Inclusive, o executivo constantemente afirma que “se inspira na Tesla” e em Musk, mesmo em meio à brincadeiras nas redes sociais.

E ambos os executivos mostram que são bem próximos, apesar dos negócios. No final do ano passado, Diess fez Musk fazer um test drive do VW ID. 3 e, mais tarde, ele próprio fez um test drive do Tesla Model Y.

A “amizade” de ambos, ainda segundo a Business Insider, também pode indicar que após 2023, quando se encerra o contrato do alemão com a Volkswagen, Diess possa acabar aceitando o convite de ir para a Tesla. Será?

Fonte: Business Insider e Electrek

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal