Produtos com defeito, mercadorias diferentes do anúncio ou mesmo compras que nunca chegaram a ser enviadas. Essas são algumas experiências vivenciadas por quem está acostumado a fazer compras pela internet. Felizmente, o usuário lesado que realizou o pagamento via PayPal terá direito ao reembolso pela carteira digital.

Isso porque o PayPal oferece o Programa de Proteção de Compras que respalda o comprador, inclusive, com a possibilidade de reembolso da quantia paga. No entanto, é preciso verificar diversos pontos para solicitar o dinheiro de volta, já que o processo é um tanto quanto complexo e, em alguns casos, demorado.

publicidade

Qualquer um pode obter o reembolso do PayPal?

O Programa de Proteção de Compras da carteira digital respalda todos os compradores que reportarem problemas em suas compras. Isso significa que caso o usuário transfira uma quantia para um amigo ou parente e a pessoa aceite o dinheiro, não será possível solicitar a recuperação.

Por conta disso, é essencial que o comprador não aceite transferir dinheiro no PayPal para o vendedor como um amigo ao invés da opção para fazer compras. Este ato não vai enquadrar o pagamento como compra e, consequentemente, não terá o respaldo — e nem a possibilidade de reembolso — do PayPal.

Quais casos são respaldados pelo Programa de Proteção de Compras?

De acordo com o site do PayPal, o programa de Proteção de Compras poderá ser aplicado quando o comprador presenciar o não recebimento de um item pelo vendedor ou o recebimento de um item diferente do solicitado.

Regras para o programa de Proteção de Compras

Qualquer produto está elegível para o programa de reembolso?

Não. Produtos como imóveis, automóveis, doações ou gift cards não são elegíveis para o reembolso do PayPal. Em caso de dúvidas, vale conferir a lista no site da companhia.

Leia mais:

Como proceder caso me enquadre em uma das situações elegíveis?

O primeiro passo para solicitar o reembolso do PayPal é abrir uma disputa na Central de soluções em um prazo de até 180 dias a contar a data de sua compra.

Central de soluções do PayPal

Para isso, acesse a Central de soluções e clique em “Reportar um problema”. Será necessário informar o ID da transação e selecionar o tipo de problema encontrado. O próprio site vai te guiar com instruções para concluir a abertura da disputa.

Após a abertura da disputa, o comprador terá 20 dias para entrar em contato com o vendedor por meio do PayPal para acordar um reembolso. Caso não tenha chegado a um acordo ou o vendedor não tenha respondido, vale escalar a disputa para uma reclamação — lembrando que o ato terá de ser feito ainda no prazo de 20 dias após ter aberto a disputa.

Para executar a ação, acesse a Central de soluções, clique em “Exibir” ao lado do seu caso e selecione a opção “Escalar para o PayPal”.

Com isso, o PayPal vai entrar na jogada para investigar o caso com base nas evidências enviadas pelo comprador e pelo vendedor. Caso o cliente lesado cumpra os requisitos da Proteção ao Comprador do PayPal, a carteira digital vai executar o reembolso do valor integral da compra, incluindo os custos do frete original.

Fonte: The Verge