Artur Coimbra, secretário de telecomunicações do Ministério das Comunicações (MCom), informou nesta quarta-feira (5) que o leilão do 5G – rede móvel mais moderna de funcionamento banda larga – deve acontecer no mês de julho. Segundo ele, o edital, que está sendo avaliado por ministros do Tribunal de Contas da União (TCU), se encontra em sua última fase antes de ser publicado oficialmente.

“A expectativa é que em meados deste ano, provavelmente no mês de julho, tenhamos efetivamente o leilão acontecendo e, a partir daí, a implantação da estrutura se inicia”, contou o secretário, em entrevista ao programa A Voz do Brasil.

publicidade

Coimbra ressaltou que o edital é arrecadatório, e que grande parte dos recursos obtidos serão revertidos em investimentos. “Existem metas bastante fortes de investimentos. Por exemplo, no prazo de um ano depois do leilão, teremos todas as capitais brasileiras com 5G e a nossa expectativa é que tenhamos todas as cidades brasileiras com mais de 30 mil habitantes obrigatoriamente com 5G até 2029”, explicou.

Secretário de Telecomunicações interino, Artur Coimbra. Créditos: Reprodução/Agência Brasil

O secretário também pontuou que a tecnologia 5G não trata-se de um 4G aprimorado, como ocorreu na transição do 3G para o 4G. “O 5G traz uma diferença qualitativa em termos de aplicação e formas de uso que até então eram inimagináveis. Quando olhamos para o Brasil hoje, para a economia brasileira, a pandemia de covid-19 implicou na transformação digital acelerada das empresas”, afirmou.

Por fim, Coimbra explica que, ao longo dos últimos anos, muitas empresas tiveram de aprender a lidar com o avanço das aplicações digitais. “O 5G vai permitir que essa revolução econômica de transformação digital se perfaça com uma série de aplicações industriais permitindo que o Brasil cresça cada vez mais com uma produtividade do trabalho cada vez maior.”

Leia também:

Revolução tecnológica

A internet 5G, prevista para estar disponível nas 27 capitais brasileiras até julho de 2022, é vista como uma grande revolução tecnológica, cuja implementação visa trazer diversas inovações que prometem refletir em maior produtividade, avanços na economia e na qualidade de serviços.

A tecnologia já faz parte da realidade de muitos países ao redor do mundo, como China, Japão, Estados Unidos, entre outros.

Via: Agência Brasil.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!