A segunda parcela do novo Auxílio Emergencial foi antecipada pela Caixa Econômica Federal para quem não recebe pelo Bolsa Família. No dia 16 de maio, os nascidos em janeiro recebem a 2ª parcela do benefício, como já era previsto inicialmente, mas os outros meses vão ser antecipados.

Dessa forma, nascidos em fevereiro que, inicialmente receberiam o pagamento em 19 de maio, vão poder receber no dia 18 e assim por diante. A data prevista anteriormente para o fim dos depósitos era 16 de junho. Com a mudança, a segunda parcela vai ser quitada até o dia 30 de maio.

publicidade

Lembrando que quem recebe o Auxílio Emergencial pelo Bolsa Família não vai ter a parcela antecipada e vai receber nas datas onde já ocorre o pagamento do benefício antigo.

Leia mais!

A Caixa também vai antecipar os saques e transferências da segunda parcela. Inicialmente previsto para o intervalo entre os dias 8 de junho e 8 de julho, a liberação agora vai de 31 de maio a 17 de junho.

Confira todas as datas da parcela antecipada do Auxílio Emergencial:

O Auxílio Emergencial de 2021 começou a ser pago no dia 6 de abril e, conforme algumas mudanças nas diretrizes e regras do projeto, muita gente está na dúvida se vai ou não conseguir receber o dinheiro extra. Pensando nisso, elaboramos um tutorial sobre como consultar se tem direito ou não ao benefício.

Dividida em quatro parcelas, a nova rodada de pagamentos terá um valor médio de R$ 250, podendo chegar até R$ 375 para famílias comandadas por mulheres que criam filhos sozinhas. Os valores, pagos por meio do Caixa Tem, serão direcionados aos trabalhadores informais com renda mensal inferior a meio salário mínimo e renda familiar de até três salários mínimos.

Como este ano não foram abertos novos cadastros, só terá o benefício aqueles que tenham recebido também em 2020. De acordo com o cronograma, para quem recebe o Bolsa Família, os pagamentos começam em 16 de abril e continua valendo a regra do valor mais vantajoso.

Para consultar se você vai ou não receber o Auxílio Emergencial, acesse a página do benefício no site do Dataprev a partir desta sexta-feira (2) e informe alguns dados pessoais. A previsão era que a consulta já estivesse liberada nesta quinta-feira (1º), porém o governo adiou a disponibilização do sistema.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!