Sintomas como dor de cabeça, dor de garganta e coriza são os fatores mais relatados que se relacionam com a infecção por Covid-19 e variante Delta no Reino Unido, de acordo com os pesquisadores. O estudo Zoe Covid Symptom – dirigido pelo professor Tim Spector – demonstra que a variante pode ser “mais como um resfriado forte” para os jovens.

Por mais que os indivíduos possam não se sentir muito doentes, isso não impede que seja contagioso e coloque outras pessoas em risco. Os sintomas clássicos de Covid que as pessoas devem observar são:

publicidade
  • tosse
  • febre
  • perda de cheiro ou sabor

O professor Spector explicou que com base nos dados que a equipe recebe das pessoas que registraram seus sintomas em um aplicativo, os casos são menos comuns. “Desde o início de maio, observamos os principais sintomas nos usuários de aplicativos – e eles não são os mesmos”, disse ele.

Essa mudança pode estar ligada ao aumento da variante Delta, a qual identificada pela primeira vez na Índia e agora é responsável por 90% dos casos da Covid-19 no Reino Unido.

Ademais, a febre permanece comum, só que a perda do olfato não aparece mais nos 10 principais sintomas, segundo professor Spector. “Essa variante parece estar funcionando de maneira um pouco diferente. As pessoas podem pensar que acabaram de pegar algum tipo de resfriado sazonal e ainda vão a festas e podem se espalhar para outras seis pessoas”, pontuou.

Ele descreveu que a variante pode parecer apenas um resfriado forte ou uma sensação de desligamento, sendo mesmo assim necessário ficar em casa e realizar um teste.

Nesta mesma linha, o estudo React do Imperial College London com mais de um milhão de pessoas na Inglaterra encontrou diversos sintomas adicionais ligados à Covid. Calafrios, perda de apetite, dor de cabeça e dores musculares, por exemplo.

Portanto, os sintomas mais importantes são:

  • nova tosse contínua
  • uma temperatura alta
  • perda ou alteração do cheiro ou sabor.

O estudo diz que “esses outros sintomas podem ter outra causa e não são, por si só, um motivo para fazer um teste de Covid-19.”

Leia mais:

Fonte: BBC

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!