Pouco mais de um mês após seu pouso na região conhecida como Utopia Planitia em Marte, o rover Zhurong enviou novas gravações de áudio e vídeo do planeta vermelho.

As imagens incluem o acionamento do paraquedas supersônico durante o pouso e também um vídeo da saída da plataforma chinesa Tianwen (perguntas celestiais, em tradução livre).  

publicidade

Análises iniciais da missão espacial chinesa 

Apesar do som ser bem tímido e pouco compreensível, parecido com um ruído metálico, já é mais um avanço para os estudos da missão espacial chinesa.

O fato foi muito comemorado entre os pesquisadores, tendo em vista que as primeiras imagens enviadas de Marte pelo rover foram a menos de um mês, ou seja, tudo indica que o planejamento está sendo cumprido à risca.  

O Zhurong teve o nome escolhido em um concurso entre internautas chineses e faz referência a um lendário “Deus do fogo”. Um nome adequado, já que na China Marte é conhecido como “estrela de fogo”.  

Movido a energia solar, o robô é altamente equipado, com um radar de penetração no solo capaz de analisar até 100 metros abaixo da superfície de Marte.

Além disso, conta com um detector de campos magnéticos, medidor meteorológico, espectrógrafo infravermelho com indução a laser e uma câmera multi-espectral. 

Novas imagens e áudios enviados de Marte pela missão espacial chinesa: Reprodução Twitter

Essa tecnologia é capaz de captar vários tipos de luz visível e invisível, como infravermelha e ultravioleta. 

Corrida espacial em Marte 

O envio de imagens e sons de Marte não é exclusividade dos chineses. O rover Perseverance, dos Estados Unidos, saiu na frente nesse sentido ao explorar a cratera Jezero. Diversas gravações já foram encaminhadas à NASA desde o dia 18 de fevereiro de 2021. 

Leia mais:

As nações estão em uma verdadeira corrida espacial para saírem na frente na exploração de Marte, investindo pesado nas pesquisas. Com as análises de fotos e vídeos, a expectativa é futuramente uma possível colonização do planeta vermelho. Marco que certamente será disputado a ferro e fogo pelos países que mais competem entre si no mundo.   

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!