Apesar da queda substancial no número de mortes em decorrência da Covid-19 nas últimas semanas, o Brasil, infelizmente, ainda é o país que lidera esse triste ranking a nível mundial. Com números ainda bastante altos, as estatísticas brasileiras chegam a superar os dados de continentes inteiros no mesmo período, o que mostra que ainda há muito trabalho a ser feito.

Desde o último dia 20 de junho, o Brasil ocupa a primeira posição no ranking de novas mortes em um período de sete dias, mesmo em comparação com outras nações, que também foram bastante afetadas pela Covid-19. Segundo a plataforma Our World In Data, atualmente, a média móvel de mortes por Covid-19 no Brasil é de 1.276.

publicidade

Por outro lado, todo o continente europeu apresenta uma média móvel de 961 óbitos, já África, que é o continente com menor número de pessoas vacinadas, tem, em média de 801 mortes por dia, a América do Norte tem 493 e a Oceania, quatro. Os dados em questão correspondem ao que foi coletado até a última terça-feira (13).

Mortes por milhão

Variantes levaram caos a todo o país
Brasil é o nono país em número de mortes por milhão. Crédito: Arquivo

Atualmente, o Brasil só é superado pelo continente asiático, que enfrenta mais de 3.100 mortes por dia, e a própria América do Sul, com em torno de 2.500. E os números ainda são preocupantes mesmo quando se leva em conta o tamanho da população dos países. Nesse ranking, o Brasil aparece em nono lugar, com, em média, seis mortes para cada 1 milhão de habitantes.

Neste triste ranking, aparecem a frente do Brasil a Namíbia, com 22,5 mortes por milhão de habitantes, a Tunísia, com 12,7, o Suriname, com 10,2, a Colômbia, com 9,3, o Paraguai, também com 9,3, as Ilhas Seychelles, com 8,7, a Argentina, com 8,4 e a África do Sul, com 6.

Por que a média móvel?

A média móvel é calculada com base nas notificações registradas ao longo de sete dias e permite traçar de forma mais efetiva qual é o real cenário da pandemia em um determinado local. Os especialistas usam esse dado porque os dados diários estão sujeitos a distorções, como por exemplo, represamentos por conta de feriados ou finais de semana.

Leia mais:

Contudo, em números absolutos, o Brasil foi o segundo país com maior número de registro de mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, com 1.605 óbitos, ficando atrás apenas da Índia, que teve 2.642 mortes no mesmo período.

Com informações da BBC

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!