Você já imaginou que a bebida pode impactar na sua saúde e prevenção de doenças? Isso porque beber menos de seis copos de álcool – como cerveja ou vinho – por semana está associado ao menor risco de desenvolver fibrilação atrial, porém, nem todo álcool é criado da mesma forma, de acordo com a nova pesquisa da Universidade de Adelaide.

A fibrilação atrial (também conhecida como FA) é uma frequência cardíaca irregular e rápida que pode aumentar o risco de acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca e outras complicações relacionadas ao coração. Os sintomas incluem palpitações cardíacas, falta de ar e fraqueza.

publicidade

Algumas pesquisas anteriores mostraram que o consumo excessivo de álcool aumenta o risco de desenvolver fibrilação atrial, porém, não estava claro se o consumo de baixas quantidades aumenta o risco de desenvolver FA. O estudo, publicado usou dados do UK Biobank, que é um banco de dados de pesquisa em grande escala com informações de saúde coletadas de meio milhão de voluntários do Reino Unido.

O autor principal, Samuel Tu, do Centro de Desordens do Ritmo Cardíaco da Universidade de Adelaide, disse que os pesquisadores descobriram que aqueles que consumiam menos de seis bebidas alcoólicas padrão australianas por semana tinham o menor risco de desenvolver FA.

A equipe descobriu que o consumo de cerveja e cidra foi associado a um risco maior de fibrilação atrial, em comparação com o consumo de vinho tinto e branco.

Leia mais:

“Nossas descobertas sugerem que o consumo responsável de álcool até seis doses por semana é seguro em termos de minimizar o risco de fibrilação atrial. Para aqueles que consomem álcool atualmente, beber vinho tinto ou branco pode ser uma alternativa mais segura a outros tipos de bebidas alcoólicas:, pontuou.

Além disso, os pesquisadores também investigaram se o número recomendado de bebidas por semana era diferente para homens e mulheres: “A resposta é não – menos de seis drinques por semana é o limite para homens e mulheres.”

Fonte: Medical Xpress

Veja 4 substâncias do vinho que são grandes aliados da saúde

Beber um bom vinho durante as refeições ou no fim do dia é o capricho de muita gente, sem contar as pessoas que acham chique o hábito. É bem popular o conselho de que uma taça de vinho por dia faz bem à saúde, porém, poucos sabem é o que o real segredo da bebida está na uva.

Pensando em dar mais informações sob o hábito da população, a engenheira de alimentos da Campo Largo – marca de vinho – Gislaine Santana explicou quais são essas substâncias e também como elas beneficiam a saúde.

Para saber mais, acesse a reportagem completa no Olhar Digital.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!