Nesta segunda-feira (2), o Google nos deu uma pequena palhinha oficial do que esperar dos smartphones Pixel 6 e Pixel 6 Pro, que devem ser lançados entre setembro de novembro. A marca até compartilhou algumas de suas principais especificações, como o SoC Tensor, o layout das câmeras, o design industrial e muitos truques de IA. Saiba agora mais detalhes sobre o aparelho que a empresa pretende tornar o carro-chefe de sua linha de celulares, abandonando de vez sua tradição de aparelhos intermediários.

Programados para serem lançados entre setembro e novembro de 2021, os smartphones Pixel 6 e Pixel 6 Pro da Google devem ser o carro-chefe da marca. Imagem: Google / Divulgação

De acordo com o site XDA-Developers, o Pixel 6 elimina o leitor de impressão digital da parte traseira e opta por um leitor de impressão digital embaixo da tela — exatamente como esperado de um smartphone topo de linha moderno. Em declaração ao The Verge, o Google confirmou que a tecnologia também será usada no ​​Pixel 6 Pro.

publicidade

Leia mais:

No entanto, a empresa não confirmou se o leitor de impressão digital sob o display é óptico ou ultrassônico. O segundo método é mais rápido e preciso, porém o primeiro é mais barato para os fabricantes.

É muito provável que seja óptico, visto que o código do Android 12 menciona suporte para “HBM”, ou modo de alto brilho, que é usado para melhorar o reconhecimento óptico de impressão digital aumentando o brilho da tela perto do scanner.

Pixel 6 e Pixel 6 Pro dão adeus ao alto-falante sob o display

Além disso, a Google desistiu do tipo de alto-falante usado no Pixel 5, substituindo-o por um tradicional, conforme informa o site 9to5Google. “Qualquer um que já usou o Pixel 5 por um longo período de tempo sabe que o alto-falante sob o visor — embora impressionante — não é muito bom”, diz a publicação, explicando que o som não fica muito alto e que o áudio é abafado com facilidade.

Esses aparelhos da série 6 representam a melhor tentativa do Google de competir em pé de igualdade com o iPhone da Apple e a série Samsung Galaxy S. É notório que a companhia está criando muito entusiasmo em torno desses telefones e, no devido tempo, saberemos se ele corresponde ou não à realidade. 

No entanto, com base no que foi revelado até agora, os dois telefones parecem bastante promissores.

Saiba onde os smartphones serão lançados primeiro

Entre as informações que se mantêm em segredo, estão os preços e a data de disponibilidade. O que já se sabe é que a série Google Pixel 6 estará disponível em pelo menos oito países: Austrália, Canadá, França, Alemanha, Japão, Taiwan, Reino Unido e Estados Unidos.

Entretanto, a lista pode sofrer alterações até lá. 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!