Após experimentar o lançamento simultâneo nos cinemas e no streaming a partir do agravamento da pandemia de Covid-19, a Disney mudou a estratégia. O estúdio sinalizou que deve manter suas próximas estreias restritas às grandes salas de exibição. E o filme a fazer esse caminho de retomada é ‘Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis‘, da Marvel Studios, que estreia no Brasil no dia 2 de setembro. Somente após 45 dias de exibição é que o longa estará disponível na plataforma Disney+.

Ao contrário do esperado, novo filme do Universo Cinematográfico Marvel não entrará no premier access da Disney Plus. Crédito: Marvel Studios/Divulgação

O estúdio vem experimentando os grandes lançamentos diretamente em sua plataforma desde 2020, quando disponibilizou ‘Mulan‘, exclusivamente no Disney+, já que a pandemia limou a possibilidade de estreia nos cinemas. O live-action inspirado na animação de mesmo nome foi oferecido no esquema premier access. Nesse modelo, os assinantes pagam uma taxa adicional para assistir a um lançamento antes de ele ser integrado ao catálogo do streaming.

publicidade

Em um segundo momento, a Disney passou a realizar lançamentos simultâneos no cinema e no streaming, como ocorreu recentemente com ‘Viúva Negra‘ e ‘Jungle Cruise’. No Brasil, por exemplo, o premier access sai por R$ 69,90.

Lançamento servirá como termômetro

Segundo o CEO da Disney, Bob Chapek, afirmou durante teleconferência sobre os resultados do trimestre (via Collider), que a mudança de rumo será um “experimento interessante, já que teremos apenas 45 dias de janela (até o lançamento no streaming)”. O fato é que muitos dos filmes da Marvel conseguem ter um período de exibição longo nas salas de cinema. ‘Vingadores: Ultimato’, por exemplo, passou 140 dias em cartaz nos EUA, em 2019.

Tradicionalmente, os filmes têm uma janela de exibição exclusiva nos cinemas de 90 dias, antes do lançamento em outras modalidades, como locações digitais ou versões físicas em blu-ray ou DVD. Com o prolongamento da pandemia, estúdios têm buscado soluções alternativas, já que as salas de cinema ainda estão operando com restrições.

crítica o esquadrão suicida
‘O Esquadrão Suicida’ teve bilheteria abaixo do esperado em sua estreia uma das razões para o desempenho fraco teria sido o lançamento simultâneo na HBO Max. Crédito: Warner Bros. Pictures/Divulgação

A Warner Bros. e AMC Theatres, por exemplo, concordaram em reduzir janelas de exibição exclusiva cinema em 2022, reduzindo o período para 45 dias antes do lançamento doméstico. Ao longo de 2021, porém, a Warner tem realizado, nos EUA, lançamento simultâneo de seus filmes nos cinemas e no streaming HBO Max, como ocorreu na última semana com ‘O Esquadrão Suicida’. Por outro lado, no Brasil, os lançamentos do estúdio foram mantidos no cinema, com a chegada posterior no catálogo da HBO Max.

Leia também: