Se você cresceu na década de 80, certamente se lembra do desenho animado “Os Jetsons“. Criado como uma contrapartida para “Os Flintstones”, ele estreou nos EUA em 1962 e mostrava o cotidiano de uma família vivendo 100 anos no futuro, ou seja, em 2062. Além do pai George e da mãe Jane, a família é composta pelos filhos Judy e Elroy, o cão Astro e um membro inusitado, uma empregada robô chamada Rosie.

Ainda faltam 41 anos para o futuro dos Jetsons, mas você já pode ter um robô ajudando em algumas tarefas de manutenção da casa. Um exemplo disso são os robôs aspiradores, popularizados pelo famoso “Roomba”, que estão cada vez mais acessíveis.

publicidade

Produzido pela Eufy, uma subsidiária da Anker, o Robovac 11s é um destes modelos. Compacto, ele é um “disco” de 32 cm de diâmetro e 7 cm de altura, pesando 2,6 Kg. Na parte de cima o robô tem um único botão, o liga/desliga.

Robovac 11s recarregando, conectado à base. Imagem: Rafael Rigues / Olhar Digital

Já embaixo ficam os responsáveis pela limpeza: duas escovas laterais que varrem a sujeira para debaixo do robô, além de uma escova giratória “central”, em formato cilíndrico, que a joga para a sucção. Eles são acessórios consumíveis, ou seja, precisarão ser trocados de tempos em tempos.

A Eufy inclui duas escovas laterais extras na embalagem, ou seja, você já começa com peças de reposição no estoque. Também inclui um filtro extra para o compartimento onde a sujeira fica armazenada, que impede que o pó volte ao ambiente. Não há um “saco de pó” como em um aspirador tradicional: após uma faxina basta desencaixar o compartimento e esvaziá-lo na lixeira.

O compartimento de pó do Robovac 11s tem capacidade para 600 ml de poeira. Imagem: Rafael Rigues / Olhar Digital

Toda a operação do Robovac 11s é feita por um controle remoto que usa duas pilhas AAA. A princípio, tudo o que você precisa para fazer uma faxina é apertar o botão Start/Stop. O robô vai “acordar” e começar a perambular pela casa, aspirando a sujeira em seu caminho.

Mas há outros modos. No “Spot Cleaning” o robô percorre uma espiral limpando um único ponto no chão, ideal para quando alguém, por exemplo, derruba açúcar no chão. Outro modo é o “Edge Cleaning”, que limpa apenas os cantos da sala, seguindo as paredes.

Já no modo “Single Room” o robô limpa apenas o cômodo onde está, ignorando portas e corredores que podem dar acesso a outros. Também é possível agendar uma limpeza para acontecer todo dia em um horário de sua preferência.

Leia mais:

Como o Robovac 11s se sai na prática?

Testei o Robovac 11s em um apartamento de 100 m², com piso de tacos de madeira e onde vivem três pessoas (dois adultos e uma criança) e dois gatos. Como moro no térreo, ao lado de uma avenida movimentada, tenho um sério problema com acúmulo de poeira. Sem falar em pelos deixados pelos bichanos.

Enquanto aspira o piso o robô usa um sensor infravermelho frontal para detectar  e evitar obstáculos maiores, como paredes. Na verdade, toda a frente dele é um “parachoque” que é usado para detectar colisões com objetos menores, como os pés de uma cadeira. Quando o robô colide com um obstáculo, ele recua um pouquinho, muda de direção e tenta prosseguir. É engraçado vê-lo tentando “encontrar” os limites do pé de uma mesa, por exemplo, para depois contorná-lo com perfeição.

O caminho que ele faz pela casa pode parecer aleatório, mas, enquanto limpa, o Robovac 11s está criando um mapa do cômodo onde está e “memorizando” os locais por onde já passou. Quando já cobriu todo o espaço (ou quando a bateria está acabando), ele dá um bipe para avisar e volta sozinho para a base, para recarregar.

Aqui senti falta de um acessório que existe em outros robôs: barreiras virtuais. Elas emitem raios infravermelhos que sinalizam ao robô que ele não deve passar daquele ponto. Com o Robovac 11s, o que você pode fazer é fechar a porta de um cômodo, ou colocar algum objeto em seu caminho.

Falando em objetos, antes de iniciar uma limpeza é recomendado remover obstáculos à passagem do robô, como brinquedos deixados no chão por uma criança, cadeiras no meio do caminho ou amontoados de fios nos quais ele pode ficar preso (se isso acontecer, ele vai bipar e pedir ajuda). A Eufy recomenda amarrar fios soltos com uma abraçadeira de plástico, também conhecida como “fita hellermann” ou “engasga gato”, e inclui algumas na embalagem.

As escovas laterais são consumíveis e eventualmente precisarão ser trocadas. Escovas sobressalentes já vêm na caixa. Imagem: Rafael Rigues / Olhar Digital

O nível de ruído produzido pelo Robovac 11s é mais baixo do que um aspirador comum. Trabalho o dia todo com fones de ouvido, e definitivamente não consigo ouví-lo limpando a sala atrás de mim, o que é ótimo. Já a autonomia de bateria, segundo a Eufy, é de até 100 minutos, e consegui algo próximo disso nos meus testes.

Não é o bastante para limpar a casa toda com uma carga, então o que faço é dividir a tarefa: mando limpar a sala (o maior cômodo), espero ele recarregar a bateria e aí mando ele para o corredor, dois quartos e escritório.

E o Robovac 11s limpa mesmo, basta abrir o reservatório de sujeira após uma limpeza para conferir. Mas vou poupar vocês de uma foto do compartimento cheio de pó e pelos. Falando nisso: fios de cabelo ou pelos longos podem se emaranhar nas escovas laterais ou na escova giratória, e prejudicar seu movimento. Por isso, me acostumei a checar elas de tempos em tempos, e usar a ferramenta de limpeza inclusa com o robô para me livrar de eventuais emaranhados.

Minha única decepção com o Robovac 11s é que não consegui reencenar o meme do “gato passeando no Roomba”. Minha gata mais velha, Persephone, nem deu bola para ele. Já o mais novo, Pixel, prefere manter uma distância segura e observar o “intruso” de longe, ou sair em disparada se o robô subitamente vier na direção dele.

A Eufy vende o Robovac 11s no Brasil através da Amazon, onde custa R$ 1.499. A empresa também promete colocar no mercado, em setembro, kits de acessórios com escovas laterais, conjunto de filtros, opcionais como tanque de água e pano lavável e baterias sobressalentes. O preço não foi informado.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!