A Apple deve lançar um novo Mac Mini utilizando o chip proprietário M1 nos próximos meses. O dispositivo substituirá o modelo baseado em processadores Intel e terá foco no uso profissional de designers e programadores.

No ano passado, a Apple já havia lançado um Mac Mini baseado em M1, mas era um modelo mais simples, com foco em usuários de entrada, com menos portas USB, Thunderbolt e saídas HDMI. Já o novo Mac Mini “Pro” deve ser batizado de Mac Mini “M1X” e utilizará uma versão do M1 atualizada, com mais núcleos de CPU e GPU em um chip maior. A nomenclatura seguida pelo “X” é a mesma adotada pela Apple nos processadores do iPad, indicando um desempenho superior ao visto nos modelos A14 Bionic do iPhone, exemplo.

publicidade

Mac Mini pode ganhar novo visual em 2022

Além das novidades em desempenho, a Apple estaria planejando uma repaginada completa para a próxima geração do Mac Mini. O computador é um dos poucos dispositivos da Apple que quase não sofreu modificações no design desde o seu lançamento, em 2010.

De acordo com o The Verge, a fabricante deve aproveitar a mudança nos processadores para apresentar um conceito repaginado, com dimensões menores, mais finas e um visual mais próximo dos padrões estéticos adotados pelos outros aparelhos da empresa.

Leia mais:

Apple dá adeus para a Intel

A chegada do Mac Mini M1X marca o fim de uma era para a Apple que passará a ter quase todos os seus dispositivos com processadores proprietários. Baseados em arquitetura ARM, os M1 foram lançados em 2020 trazendo ao mercado de computadores da empresa a mesma tecnologia utilizada no iPhone, com um sistema baseado em um único chip para GPU e CPU.

Além de mais rápidos que as gerações anteriores, a tecnologia SoC (System on a Chip) possibilita a criação de dispositivos mais leves, mais finos e menores com desempenho igual ou superior aos dispositivos baseados na arquitetura X86 dos computadores convencionais.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!