Sucesso absoluto de pré-venda: os novos Galaxy Z Fold 3 e Z Flip 3, da Samsung, chegam às lojas norte-americanas somente na sexta-feira (27), mas já estão perto de bater o recorde de vendas de smartphones dobráveis em 2021. É o que garante a marca.

Nesta segunda-feira (23), a empresa se gabou de que o “volume de pedidos antecipados para os novos dispositivos já está ultrapassando as vendas totais de dispositivos Galaxy Z até agora em 2021”.

publicidade

No entanto, a Samsung não revelou quantos aparelhos novos da série Z foram encomendados nem quantos dobráveis ​​foram vendidos no total neste ano. 

Galaxy Z Fold 3
Samsung garante que as pré-vendas do Galaxy Z Fold 3 e do Galaxy Z Flip 3 estão um sucesso. Imagem: Samsung

Vendas globais de celulares dobráveis da Samsung passa de 2 milhões em 2021

No primeiro semestre de 2021, a Samsung pode ter vendido cerca de 2,3 milhões de dobráveis ​​em todo o mundo, estima Ken Hyers, analista da Strategy Analytics, sendo provavelmente cerca de 700 mil só nos EUA.

Para 2020, o primeiro ano do Fold e do Flip no mercado, a empresa de análise acredita que a Samsung tenha vendido cerca de 2 milhões de dobráveis globalmente. 

A empresa estima que, neste ano, a Samsung venderá cerca de 5,2 milhões, uma pequena fração dos 1,35 bilhão de smartphones que ela espera que sejam vendidos em 2021. 

Leia mais:

Smartphones dobráveis são o futuro do mercado móvel, creem fabricantes

De acordo com a Samsung e outros fabricantes, dispositivos dobráveis ​​são o futuro do mercado móvel. A empresa incorporou as telas em seus produtos de última geração desde 2019, mas elas ainda não decolaram com os consumidores. 

Segundo o site Cnet, a Samsung espera que as mudanças que fez em seus novos dobráveis ​​- ou seja, materiais mais duráveis ​​e preços mais baixos – ajudem a atrair compradores convencionais. 

Em maio, o outlet coreano The Elec observou que a marca esperava vender entre 6 milhões e 7 milhões de dispositivos da série Z neste ano, com o novo Flip respondendo por 3,5 milhões a 4 milhões de unidades, e o novo Fold adicionando 2,5 milhões a 3 milhões de unidades para esse total. 

Lançados no início deste mês, ambos os dispositivos são mais refinados e mais baratos do que as iterações anteriores, com o Z Flip 3 a partir de mil dólares (em torno de R$5.382 na cotação atual) e o Z Fold 3 a US$ 1.800 (R$9.686, na cotação de hoje).

Para efeito de comparação, o primeiro Z Flip, que tinha apenas tecnologia 4G, custava US$1.380 (R$7.426), enquanto a versão posterior, com 5G, foi vendida por US$1.450 (R$7803). O Z Fold 2, do ano passado, começou com US$ 2.000 (R$10.762).

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!