Mais 34 satélites de internet da OneWeb levantaram voo nesta terça-feira (14), continuando a construir a constelação de banda larga da empresa. Os equipamentos decolaram em um foguete Arianespace Soyuz, às 14h07 (horário de Brasília) do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão.

OneWeb já tem, agora, 322 satélites de internet em sua constelação. Imagem: Captura de Tela – YouTube – OneWeb

Se tudo correr como planejado, esses satélites terão sido implantados em uma órbita quase polar, com uma altitude de 450 quilômetros, em cerca de três horas e 45 minutos após a decolagem (ou seja, por volta das 17h52). 

publicidade

Depois, eles, gradualmente, farão seu caminho para sua órbita operacional 1.200 km acima da Terra.

Oneweb já lançou mais da metade de seus satélites de internet

Essa migração elevará o número de satélites na constelação da OneWeb para 322, quase metade do previsto. A empresa de comunicações com sede em Londres está montando uma rede de 648 equipamentos, que transmitirá o serviço de banda larga para usuários ao redor do globo.

Leia mais:

“Uma vez implantada, a constelação OneWeb permitirá que terminais sejam capazes de oferecer cobertura 3G, LTE, 5G e Wi-Fi, fornecendo acesso de alta velocidade globalmente – por ar, mar e terra”, escreveram representantes da Arianespace em um comunicado pré-lançamento.

Até agora, a Arianespace foi responsável pelo lançamento de todos os satélites OneWeb, ao longo de 10 missões distintas. 

Com o voo de hoje, a empresa francesa alcançou um grande marco: já enviou mais de mil satélites ao longo de seus 41 anos de operações de lançamento.

Segundo o site Space, a OneWeb almeja começar a fornecer serviços de Internet até o fim de 2021 para algumas regiões do hemisfério norte, como Canadá, Alasca, Groenlândia, Islândia e norte da Europa continental. A disponibilidade mundial está prevista para começar em 2022.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!