A startup de refeições saudáveis Liv Up anunciou nesta terça-feira (21) um novo aporte de R$ 50 milhões do Grupo Globo. No total, considerando a quantia levantada na rodada de junho, já são R$ 230 milhões em investimentos na foodtech.

Um dos planos da empresa é se tornar uma espécie de mercado digital de comida orgânica. Para isso, é preciso focar primeiro na expansão do seu catálogo de produtos. No decorrer do ano, a Liv Up ampliou o seu portfólio de 200 para 500 itens. A meta é ultrapassar a marca de mil ainda em 2021.

publicidade

“Vamos seguir com a expansão do portfólio e o Grupo Globo também nos ajudará com estratégia de mídia em um momento em que queremos alavancar nossa comunicação”, disse Gabriel Eisencraft, diretor financeiro da empresa, ao Estadão.

Leia mais:

Além das refeições congeladas, a Liv Up, que afirma realizar mensalmente 400 mil entregas, oferece saladas e pizzas feitas com produtos naturais e orgânicos.

A foodtech conta atualmente com uma rede de produção composta por cerca de 40 pequenos produtores. Parte dos novos recursos, segundo o diretor financeiro, também será destinado para otimizar a divisão de logística da empresa, como, por exemplo, no aprimoramento das entregas.

Fonte: Estadão

Liv Up captou R$ 180 milhões em junho

Em rodada liderada pela Lofoten Capital, a Liv Up captou R$ 180 milhões para acelerar o seu projeto de expansão e de novos investimentos em tecnologia.

A captação aconteceu em uma rodada série D (startups em fase de expansão) e contou com a participação de vários investidores. Entre eles: Rob Citrone (Discovery Capital), Cadonau (Grupo Jereissati), Milton Seligman e Ricardo Rolim (ex-executivos Ambev), além de Christian Egan (ex Itaú). Também entraram os fundos ThornTree Capital Partners e Kaszek.

Desde 2016, ano em que foi fundada, a Liv Up já captou cerca de R$ 237 milhões.

Créditos da imagem principal: Liv Up/Divulgação

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!