A baixa – ou ruim – qualidade de vídeo do Twitter costuma ser uma frustração antiga para os usuários da plataforma. Na última sexta-feira (24), a empresa compartilhou a novidade que garante melhorar a usabilidade da rede social.

Agora, os vídeos “parecerão menos pixelizados para uma melhor experiência de visualização”, disse o Twitter em um tuíte de sua conta de suporte. Além disso, a empresa comentou que teria removido uma etapa de pré-processamento que pode torná-lo mais fiel ao original.

publicidade

Neste cenário, a pesquisadora Jane Manchun Wong testou a qualidade dos vídeos para saber um pouco mais sobre a possível ver melhora. A parte ruim é que não é nada comparado a um vídeo de alta qualidade no YouTube, por exemplo.

Ademais, Manchun também descobriu que o Twitter está desenvolvendo o recurso em velocidades alternativas para a reprodução de vídeos, disponibilizando em 0,5x, 1,5x e 2x.

Por mais que o controle de velocidades de reprodução dos vídeos esteja em desenvolvimento, os vídeos em maior resolução já foram implementados no Twitter. Mas não são suportadas no Twitter Media Studio, que é o que Wong usou para enviar o vídeo. Ou seja, é benéfico que a rede social foque em melhorar a sua experiência de vídeo.

Fonte: The Verge

Twitter lança novo recurso para o Spaces para usuários do Android, veja o que muda

O Spaces é a menina dos olhos do Twitter no momento, mesmo após a febre do Clubhouse já ter passado há algum tempo. A mais recente novidade da ferramenta é um recurso para facilitar a vida dos usuários na hora de encontrar uma sala, a adição de tópicos.

A intenção do Twitter é fazer com que os usuários possam definir tópicos, com tags pré-definidas. O recurso vai permitir que pessoas com pensamentos semelhantes possam encontrar salas de áudio no Spaces com base em interesses, mas, por enquanto, os temas são bastante limitados.

Inicialmente, o Twitter liberou apenas dez tópicos, os principais são “entretenimento”, “notícias do mundo” e “games”. Os brasileiros monoglotas, ou que não dominam o inglês, vão precisar esperar mais um pouquinho, já que os tópicos, por enquanto, serão apenas para salas no idioma da Terra da Rainha.

Por seu caráter bastante limitado, o recurso ainda está em fase de testes. Além da limitação de idioma e de assuntos, os tópicos no Twitter Spaces também possuem uma disponibilidade reduzida, já que só foram liberados para poucos usuários do aplicativo em aparelhos com o sistema operacional Android.

Contudo, segundo o Twitter, o novo recurso deve chegar em breve aos aparelhos com iOS. A empresa também vai, aos poucos, ir adicionando mais temas disponíveis nos tópicos, além de indexar salas que estejam em outros idiomas. Segundo a rede, o recurso será construído junto com os usuários.

Para saber mais, acesse a reportagem completa no Olhar Digital.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!