Depois de ter sido adiado em 11 dias, acontece nesta segunda-feira (27) o lançamento do satélite Landsat 9, da Nasa, a partir das 15h12, pelo horário de Brasília. Quem quiser, pode acompanhar pelo canal da Nasa no YouTube ou pela NasaTV.

O satélite Landsat 9, um projeto conjunto da Nasa e do Serviço Geológico dos EUA (USGS), irá decolar do Complexo de Lançamento Espacial 3 na Base da Força Espacial de Vandenberg, na Califórnia, a bordo do foguete Atlas V, da United Launch Alliance (ULA).

publicidade
Imagem: USSF 30th Space Wing / Chris Okula

Conforme informa o site Space, o Landsat 9, o satélite é um esforço conjunto da agência espacial americana e do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

Lançamento do Landsat 9 é a 145ª missão da equipe

“A equipe da United Launch Alliance está muito orgulhosa de entregar o Landsat 9 à sua órbita de missão e esperamos continuar a capacitar a observação e a pesquisa cruciais deste belo planeta”, disse Scott Messer, gerente do programa ULA dos Serviços de lançamento da Nasa, durante um briefing de notícias pré-lançamento no sábado (25). “Lançamos 144 missões com sucesso como ULA e esperamos continuar com 100% de sucesso em nossa missão com nosso 145º lançamento na segunda-feira”.

O lançamento estava originalmente programado para acontecer em 16 de setembro, mas a decolagem foi adiada para o dia 23, após um atraso na entrega de nitrogênio líquido. O atraso está relacionado a uma escassez mundial de oxigênio líquido causada pela pandemia de Covid-19 em andamento. 

Leia mais:

O oxigênio líquido também é um componente fundamental dos lançamentos de foguetes, uma vez que funciona como um oxidante em conjunto com qualquer combustível usado por um foguete – neste caso, RP-1 ou querosene para foguetes. A empresa que fornece nitrogênio líquido para a Base da Força Espacial de Vandenberg interrompeu temporariamente as entregas para desviar seus caminhões para reabastecer os hospitais da área com oxigênio líquido.

Devido ao lançamento do SpaceX Starlink na semana passada, que atrasou a movimentação do novo satélite para a plataforma de lançamento, a equipe do Landsat 9 adiou novamente a decolagem, de acordo com oficiais da missão da Nasa. 

Satélite Landsat 9 da Nasa atuará em conjunto com o 8, substituindo a missão Landset 7

Segundo a Nasa, a missão Landsat 9, que envolve US$885 milhões, continuará a função do programa de monitorar e gerenciar recursos da Terra, como plantações, água e florestas. 

Os satélites Landsat têm sido uma ferramenta fundamental para os cientistas desde o lançamento do primeiro deles, em 1972. 

O satélite Landsat 9 substituirá o satélite Landasat 7, que está em órbita desde 1999, e funcionará em conjunto com o Landsat 8, que foi lançado em 2013. A dupla fará imagens da Terra a cada oito dias. Para isso, eles carregam dois instrumentos científicos que irão analisar a luz refletida do planeta em diferentes comprimentos de onda para detectar até mesmo as mudanças mais minuciosas nos lagos, rios e florestas do globo.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!