Mais um bug em ‘The Legend of Zelda: Breath of the Wild‘ que ajuda os jogadores, mas dessa vez o “recurso” é mais desafiador e um tanto quanto diferente. Por isso, o jogador e youtuber YukinoSan conseguiu (e ensinou) a proeza de acertar o castelo de Hyrule com flecha de uma distância quase inacreditável: 2,6 km!

Conforme é possível ver no vídeo abaixo, o gamer parte com o protagonista Link do ponto inicial do jogo, chamado de “The Great Plateau”. No local, o jogador disparou uma flecha com o objetivo de acertar e eliminar um dos guardas que estavam vigiando o castelo de Hyrule. Na “brincadeira”, porém, ele fez o projétil voar por cerca de 2,6 quilômetros dentro do jogo até chegar ao alvo.

publicidade

O ato em si se torna ainda mais surpreendente quando é levado em consideração o fato de que o inimigo estava em movimento no jogo. Caso esteja curioso, confira o feito em questão abaixo:

No clipe, é possível observar que YukinoSan começa a medir a distância do tiro, explicando o processo por trás de como todo o bug funciona. Vale ressaltar que as flechas de Link têm uma distância de alcance definida ‘The Legend of Zelda: Breath of the Wild’ – algo que normalmente tornaria o disparo inusitado de uma delas quase impossível.

Para alcançar tal objetivo, o gamer recorreu a um glitch conhecido como BLSS (Bow Lifting Smuggling Slide), no qual Link pode seguir atrás da flecha e, dessa forma, ampliar a distância percorrida por ela. O bug não exige que certos inimigos ou locais estejam próximos para fazê-lo funcionar, ou seja, os jogadores podem controlar a direção e a velocidade do voo do protagonista usando tal método.

Leia mais:

Não é a primeira vez que o jogo da Nintendo tem problemas que auxiliam os jogadores relatados na internet. Recentemente, um outro internauta descobriu um bug em ‘The Legend of Zelda: Breath of the Wild’ que faz o jogo mudar para a visão em primeira pessoa. O interessante é que, mesmo vindo de uma falha de programação, o glitch em questão não se resume a apenas fazer Link desaparecer, mas sim uma forma mais crua.

A Nintendo não comentou publicamente sobre o novo bug, mas a expectativa é a de que ela não deve demorar para lançar um patch de correção que elimine a possibilidade de fazer tal feito.

De qualquer forma, ‘The Legend of Zelda: Breath of the Wild’ (2017) foi o primeiro jogo da franquia a ser lançado exclusivamente para Nintendo Switch. O título acompanha Link em uma jornada por uma Hyrule bem diferente da vista em outros games da série. Cheio de campos abertas e ruínas para serem exploradas, o título exclusivo aproveita o máximo do desempenho do hardware do console híbrido nos controles e na resolução de puzzles.

Uma continuação foi anunciada durante o Nintendo Direct da E3 2019. Em 2021, o game recebeu um trailer com foco no gameplay e história. Ainda sem título definido, a sequência também deve ser exclusiva para Switch e tem previsão de lançamento para 2022.

Fonte: Youtube

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!