Anunciado inicialmente em 2020 com a previsão de lançamento para 2022, ‘God of War: Ragnarok‘ foi esquecido durante certo tempo. No início do ano, notícias confirmaram o adiamento do título para 2022, deixando uma legião de fãs chateado com o atraso e com a falta de justificativas. O motivo foi revelado, enfim, nesta quinta-feira (30).

Usando a conta pessoal do Twitter, Christopher Judge, responsável pela voz de Kratos no game de 2018, revelou que foi o responsável pelo atraso. O ator contou que teve que passar por uma cirurgia e “trocar” os dois lados do quadril, além de se submeter a um procedimento no joelho. Ele ainda contou que a equipe do estúdio Santa Monica, que desenvolve o jogo, o apoiou e nunca divulgou publicamente o complicado estado de saúde.

publicidade

“Tenho que ser verdadeiro. Ninguém aprovou isto. Para os adorados fãs, Ragnarok foi adiado por minha causa. Em agosto de 2019 eu não conseguia caminhar. Tive que fazer uma operação nas costas, substituir os quadris e também uma operação nos joelhos. Eles esperaram minha reabilitação”, disse Judge.

“Não recebi ameaças, nada de ‘quem você pensa que é?’, nada além de carinho e apoio. E a Sony Santa Monica nunca disse nada do adiamento, nada da causa. Os estúdios são idiotas, mas essa empresa, do começo ao fim, deve nos dar esperança. O que fizeram pelo pessoal foi muito mais”, comentou em sequência ao tuite.

Judge mencionou ainda que todos os funcionários da Santa Monica trabalham “com o coração e com respeito”, e deixou o agradecimento a todos os envolvidos com ‘God of War: Ragnarok’. “O que eles fizeram é muito mais do que posso falar, mas disse a todos os envolvidos que [é] a coisa mais elegante de toda que já ouvi falar neste mercado”, afirmou.

“Todos os envolvidos na franquia ‘God of War’ colocam coração e alma em todos os quadros que vocês veem. Quero agradecer a todo mundo que me deixou atuar e rir, e amar, e chorar sem julgamentos, mas com apoio e amor incondicionais, nisso que é tudo nosso!”, concluiu a voz de Kratos.

Leia mais:

Em resposta ao extenso relato de Judge, O diretor da Santa Monica Studios, Cory Barlog, comentou a mensagem do ator, dizendo que “andaria por mil incêndios” por ele.

Em junho, a Sony e a desenvolvedora do jogo anunciaram que a decisão de mudar o lançamento para 2022 resultou de um desejo de “[manter] a segurança e o bem-estar de nossa equipe, parceiros criativos e famílias”, sem fazer nenhuma referência específica a Judge. Pouco depois disso, Barlog ainda disse aos fãs que a ação de atrasar o game era só dele, e que os fãs da série não deveriam incomodar a equipe de desenvolvimento com a espera.

‘God of War: Ragnarok’ tem o lançamento previsto para 2022, sem data definida ainda.

Fonte: GamesRadar+

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!