Um vírus, até então desconhecido, foi identificado no Japão. Entre 2014 e 2020 foram registradas infecções pelo patógeno transmitido através de um carrapato. Os pacientes contaminados sofrem com uma redução no número de plaquetas e glóbulos brancos no sangue e o principal sintoma é a febre alta.

Nos últimos anos o vírus passou a ser estudado com mais atenção até que pesquisadores conseguiram coletar amostras de sangue de pacientes infectados nos últimos dois anos na ilha de Hokkaido. Com isso, foi possível descobrir que se tratava de um novo vírus do gênero Orthonairovirus.

publicidade

“Todos os casos de infecção do vírus Yezo que conhecemos até agora não se transformaram em fatalidades, mas é muito provável que a doença seja encontrada fora de Hokkaido, por isso precisamos investigar com urgência sua disseminação”, disse Keita Matsuno, chefe do estudo.

Transmission electron micrograph of the Yezo virus, a type of orthonairovirus
Imagem: Universidade de Hokkaido

Novo vírus no Japão

O trabalho feito por cientistas da Universidade de Hokkaido foi publicado na revista Nature Communications. O vírus agora é conhecido como Yezo. Segundo a publicação, ele é semelhante a outros dois patógenos: Sulina e Tamdy. Esses últimos foram encontrados na Romênia e no Uzbequistão.

A contaminação pelo novo vírus ocorre após o carrapato morder um animal infectado e depois um humano. Amostras do Yezo foram localizadas em cervos e texugos, além de espécies populares de carrapatos de Hokkaido.

“O vírus Yezo parece ter estabelecido sua distribuição em Hokkaido (Japão), e é altamente provável que o vírus cause a doença quando é transmitido a humanos por animais por meio de carrapatos”, completou Matsuno.

O estudo ainda diz que pelo menos sete pessoas foram contaminadas pelo vírus no Japão desde 2014. Não foram registradas mortes pela doença.

Leia mais:

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!