A cidade de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, foi a primeira no Brasil a acabar com a obrigatoriedade do uso de máscaras. A decisão chega em um momento em que o município tem 46,8% da população com a cobertura vacinal completa, ou seja, que tomaram as duas doses ou dose única.

Segundo o decreto: “fica desobrigado o uso de máscara facial no período da pandemia da Covid-19, em local aberto ou fechado, em todo o território do Município de Duque de Caxias”. A obrigatoriedade segue apenas para pessoas infectadas com a doença e que estejam no período de transmissão do vírus.

publicidade

➡️ Nota OficialO prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis, publicou, nesta terça-feira (05/10), um decreto…

Publicado por Prefeitura de Duque de Caxias em Terça-feira, 5 de outubro de 2021

Com cerca de 900 mil habitantes, Duque de Caxias teve mais de 25 mil casos registrados de Covid-19 desde o início da pandemia. Para embasar a decisão, o prefeito Washington Reis (MDB-RJ) levou em consideração o número de pessoas vacinadas e a queda no número de novos casos da doença.

‘Uso obrigatório já deu’

Em entrevista à rede de TV CNN Brasil, o prefeito de Duque de Caxias declarou que o uso de máscaras já era baixo entre os habitantes do município. “Ninguém vai viver de máscara o resto da vida. Quem quiser usar pode usar, mas o uso obrigatório já deu”, afirmou Reis à rede de TV.

Leia mais:

Segundo dados divulgados pela administração, já foram aplicadas mais de 900 mil doses na cidade. De acordo com a prefeitura, isso significa que cerca de 70% do público alvo, que representa a população com 12 anos ou mais, já recebeu ao menos uma dose dos imunizantes de dose dupla.

Além de pessoas infectadas, o uso de máscaras também será obrigatório para a entrada em hospitais e postos de saúde. O decreto foi assinado nesta terça-feira (5) e já está em vigor em todo o município nesta quarta-feira (6).

Via: CNN Brasil

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!