Algumas novidades introduzidas pela Microsoft no Windows 11, lançado nesta terça-feira (5), podem ser úteis para otimizar o uso do PC no dia a dia.

Uma delas é o ‘snap layouts’, que permite organizar os aplicativos abertos na área de trabalho sem ter que arrastar as janelas até as bordas da tela. Veja como aproveitar o recurso.

Como acessar o ‘snap layouts’ no Windows 11

1. Mantenha o cursor do mouse posicionado sobre o ícone maximizar em uma das janelas abertas.

2. Em seguida, você verá algumas combinações de layout de janela, que o sistema escolhe conforme o tamanho ou quantidade de monitores ligados na sua máquina.

publicidade

3. Escolha uma das opções e posicione as janelas da maneira que desejar dentro dos espaços.

Pronto! Agora, como na captura de tela cima, ao passar o mouse sobre o ícone de um dos aplicativos em seu layout (no caso o Google Chrome), você verá uma miniatura do grupo de janelas na barra de tarefas.

Leia mais:

Microsoft inclui alerta para instalação em dispositivos incompatíveis

A Microsoft incluiu um aviso aconselhando usuários que não possuem dispositivos compatíveis com o Windows 11 a permanecerem no Windows 10, que ainda conta com suporte oficial da empresa até 2025.

O alerta é exibido na tela que antecede a instalação do novo sistema operacional:

Windows 11, alerta para instalação em dispositivos incompatíveis
Imagem: Microsoft

Vale lembrar que o Windows 11 requer processadores de 8ª geração ou mais recentes da Intel e Zen 2 ou mais recentes da AMD, além da compatibilidade com a tecnologia TPM 2.0, que garante protocolos de segurança para autenticações do sistema.

Segundo a Microsoft, máquinas que não possuem tais recursos também podem rodar o sucessor do Windows 10, no entanto, esses dispositivos não receberão suporte ou atualizações de segurança.

Caso não saiba a configuração do seu computador, a Microsoft oferece um diagnóstico de compatibilidade na página oficial do Windows 11. Basta instalar e rodar o aplicativo para verificar se o seu PC é compatível com o sistema.

Créditos da imagem principal: SDX15/Shutterstock