Na última segunda-feira (4) o Facebook sofreu uma pane mundial e saiu do ar, juntamente com suas principais plataformas, Instagram e WhatsApp. O problema gerou muitos memes, no entanto, muitas pessoas pararam para refletir o quanto as ferramentas são fundamentais no dia a dia.

O principal baque foi com o aplicativo de mensagens, que se tornou um dos mais usuais meios de comunicação, alcançando mais de 2 bilhões de usuários em 180 países. Porém, o que muita gente não sabe é que o app é pouco utilizado no país onde foi criado, os Estados Unidos.

publicidade
WhatsApp Web na tela do computador e aplicativo no celular
Você sabia que o WhatsApp não é popular nos EUA? Entenda o motivo. Créditos: Antonio Salaverry/Shutterstock

De acordo com uma pesquisa realizada pela Pew Research Center, menos de 20% dos usuários de smartphones dos EUA utilizam a ferramenta. Enquanto no Brasil, 99% dos smatphones têm o aplicativo instalado, segundo a pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box.

Existem alguns motivos que levam os norte-americanos a não utilizarem o WhatsApp. Um dos principais é a cultura do SMS. Grande parte da população dos EUA possui planos de telefonia móvel que abrangem SMS gratuitos, então eles já estão acostumados com a ferramenta que está disponível para todos os celulares.

Leia também!

Outro fator de grande relevância são outros aplicativos de mensagens, entre eles, o Messenger que é do próprio Facebook. Em 2021, 87% dos norte-americanos utilizaram o Messenger, 34% o FaceTime, 34% o Zoom, 28% o Snapchat, enquanto o WhatsApp foi utilizado por apenas 25%.

Entre os aplicativos de mensagens mais populares nos Estados Unidos também está o da própria Apple: iMessage. A ferramenta está presente nos aparelhos iOS, que são utilizados por 50% dos consumidores de telefonia móvel do país.

Créditos da imagem de destaque: André Fogaça/Olhar Digital

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!