As edtechs brasileiras terão a oportunidade de participar da quarta edição do “GESAwards Brazil” (Global EdTech Startups Awards Competition), considerada a maior competição de startups de educação do mundo.

A iniciativa procura incentivar a construção de ecossistemas que contribuam para a aprendizagem. A semifinal nacional levará a empresa vencedora para o mundial do GESAwards em Londres.

publicidade
Criança estudando em uma plataforma digital de uma edtech através de um notebook
A empresa ganhadora vai participar de mentorias e rodadas de negócios com experts do mundo todo, além de receber uma premiação em dinheiro. Iryna Mylinska/Shutterstock

O evento será totalmente online e promovido com o auxílio do “Educacional” (divisão de negócios dedicada à educação da Positivo Tecnologia S.A).

As edtechs interessadas em participar podem se inscrever somente até o dia 10 de outubro, este domingo, através do site da competição. Ao todo, segundo os organizadores, mais de 3.500 startups de todo o mundo já se inscreveram.

Leia mais:

O “GESAwards Brazil” está marcado para o dia 18/11 às 17:00, com transmitissão ao vivo pelo site do evento. A final em Londres ocorrerá em 2022.

Em 2020, quem venceu a etapa brasileira foi a Key2Enable, que apresentou um teclado inteligente que funciona integrado a um óculos. O dispositivo pode ser controlado pelo olho do usuário, o que amplia as possibilidades de aprendizagem e comunicação para as pessoas com deficiência.

Edtech russa escolheu Brasil como mercado para expansão

Falando em edtechs, a alta demanda pelo modelo híbrido de ensino no Brasil chamou a atenção da startup russa GetCourse. Nos planos de expansão da empresa, está previsto um investimento de cerca de US$ 12 milhões (R$ 66,4 milhões em conversão direta) no país.

Vale ressaltar que a pandemia acabou acelerando o desenvolvimento do segmento de educação digital. Por aqui, essa demanda resultou em investimentos milionários nas startups de educação, que receberam o montante de US$ 222,5 milhões em aportes só no primeiro trimestre deste ano — aumento de 770% em relação ao ano passado.

Créditos da imagem principal: Gorodenkoff/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!