A fabricante de iates italiana Lazzarini Design Studio pretende inovar o segmento com um super iate de 69 metros com um “buraco aberto” em seu interior. Batizada de iate Shape, a embarcação conta com visual digno de filmes de ficção científica e deve funcionar inteiramente com energia limpa.

Chamado de “deck hole”, o vão na parte central de sua estrutura que pode ser acessado pelos passageiros por uma entrada na proa até o nível do mar. De acordo com a fabricante, a ideia é que o público possa aproveitar a vista, tomando sol mais próximo do oceano. O espaço também pode ser customizado de acordo com os gostos do proprietário, incluindo outros itens de luxo ao pacote.

publicidade
Iate futurista tem vão no casco para passageiros ficarem no nível do mar. Imagem: Lazzarini Design Studio/Divulgação
Iate futurista tem vão no casco para passageiros ficarem no nível do mar. Imagem: Lazzarini Design Studio/Divulgação

Além do espaço central, a Lazzarini destaca que o convés superior do iate está equipado com uma piscina infinita com fundo de vidro, sala de estar e seis suítes com capacidade para até 12 hóspedes. O navio ainda conta com heliporto, garagem para veículos e todas as comodidades típicas de um iate deste porte.

Iate-conceito é movido a hidrogênio

A Lazzarini Design destaca que o iate Shape se trata de um conceito. Isto é, um modelo que ainda não foi produzido, mas que pode chegar ao mercado em breve. De acordo com a fabricante, a ideia do buraco no casco despertou o interesse de muitos compradores.

Leia mais:

Caso fosse produzido, o iate teria valor estimado de € 69 milhões (R$ 436 milhões) e levaria média de 20 meses para sua conclusão.  O projeto inclui energia limpa com motor movido a hidrogênio e energia elétrica, atingindo velocidade máxima de 24 nós (44km/h), ou 12 nós (22km/h) no modo elétrico.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!