Um sedã tradicional, com câmbio manual e feito para tornar a experiência de pilotagem “mais divertida”. Este era o objetivo da Honda com a nova geração do sedã de quatro portas Civic Si, que deve chegar às concessionárias da América do Norte no fim deste ano.

Com avanços significativos no projeto do chassi, o Honda Civic Si teve a distância entre-eixos aumentada em torno de 33,3 cm — chegando a 273,5 cm no total — e a bitola traseira 1,2 cm mais larga. A ideia, de acordo com a montadora japonesa, era que a viagem ficasse mais suave e a sensação de velocidade mais estável.

publicidade

A suspensão também foi aperfeiçoada: em comparação ao sedã Civic padrão, as molas dianteiras ficaram 8% mais rígidas e as traseiras, 54%. Uma barra estabilizadora oca de 27 mm na frente do veículo e uma maciça de 18 mm atrás prometem fornecer maior firmeza nas curvas.

No visual, as mudanças no Civic Si foram discretas. O novo design do para-choque traseiro é mais agressivo do que a geração anterior e o traseiro foi reestilizado para abrigar duas pontas de escapamento ovais.

O spoiler dianteiro encoberto sob o veículo e o traseiro preto no topo do porta-malas acrescentam pressão aerodinâmica para melhorar o balanço em alta velocidade. Faróis e lanternas traseiras de LED são padrão, enquanto as rodas de liga leve são de 18 polegadas.

Detalhe dianteiro do Honda Civic Si
Honda/Divulgação

Espaço interno

Por dentro, o Si possui detalhes internos exclusivos, como um reforço de espaço no encosto da cabeça para os assentos na frente e atrás. A Honda bordou também os logotipos do novo sedã na porção superior dos bancos e uma costura de contraste em vermelho por toda a cabine.

Detalhe dos assentos no Honda Civic Si
Honda/Divulgação

O painel de instrumentos do Honda Civic Si possui uma linha vermelha ao redor das aberturas hexagonais que imitam as listras do Civic S. Pedais de alumínio também diferencia o novo veículo dos sedãs normais.

Como padrão em todas as configurações, o Civic Si traz uma tela touchscreen de 9” junto com acesso a Apple CarPlay sem fio e Android Auto. Um sistema de som da Bose com dois alto-falantes de 12” foi instalado na cabine com processamento de sinal digital SoundStage. Já o controle do ar-condicionado continua a ser por meio de botões físicos.

Espaço interno do Honda Civic Si
Honda/Divulgação

Sistema de transmissão e motorização

A Honda melhorou a caixa de câmbio do Civic Si com o encurtamento da relação de marchas em 10%, mas a transmissão segue manual, com seis velocidades — o tempo de resposta na troca de marchas, diz a fabricante japonesa, é o mesmo do Civic Type R. O motor será um VTEC turbocomprimido de 1,5 litros, com 202 cv — cinco a menos que o modelo anterior — e 26,5 kgfm de torque.

De acordo com a Honda, o novo volante de massa único é 26% mais leve do que o Si anterior, o que deve compensar a menor cavalaria do motor e oferecer uma resposta mais veloz no acelerador. Para maximizar a tração ao acelerar, a potência é distribuída para as rodas dianteiras por meio de um diferencial de deslizamento limitado helicoidal padrão.

Espaço interno do Honda Civic Si
Honda/Divulgação

O Honda Civic Si ainda conta com o pacote de segurança Honda Sensing, que usa um novo sistema de câmera com um campo de visão mais amplo e efetivo do que o esquema anterior, baseado em radares. De acordo com a montadora, o sistema é capaz de identificar com rapidez e precisão pedestres, ciclistas e outros veículos, juntamente com linhas de pista e sinais de trânsito.

Pesando 1.339 kg, o Si ainda não teve o preço divulgado pela Honda. Como o Civic parou de ser produzido no Brasil, o sedã só deve chegar por aqui por meio de versões importadas.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!